Pele

Estresse: o inimigo numero um da pele

Por Redação Doutíssima 13/11/2014

Estresse nem sempre é anunciado. Ele vem aos poucos, com o acúmulo de incomodações e excesso de pressão psicológica (geralmente no trabalho), e essas situações ruins acabam afetando a saúde como um todo. Os problemas ligados ao estresse podem ser tão graves que podem até gerar problemas de pele.

.

estresse-e-pele

Nossa pele sofre com os problemas que assolam o dia a dia. Foto: iStock, Getty Images

 

Viver sob estresse pode causar o acúmulo de gordura, problemas de coração, de pressão, cansaço, e até mesmo depressão. É uma doença séria, que precisa ser tratada ou pode causar graves problemas de saúde.

.

Estresse e pele: combinação prejudicial

.

Uma das relações entre estresse e pele mais evidente é surgimento de alergias e outras manifestações cutâneas. O alto nivel de estresse desgasta a mente e os nervos, tornando o corpo mais sensível. Ele influencia de forma negativa o sistema imunológico e abaixa as defesas do organismo.

.

Dessa forma, uma pessoa tomada pelo estresse  fica mais suscetível a reações alérgicas ou autoimunes. Espinhas podem surgir como uma reação de fadiga da própria pele em relação à saúde ruim.

.

Isso também pode ocorrer porque pessoas em situação de estresse têm tendência a se alimentar mal e isso reflete na oleosidade da pele, no ganho de peso e no mau funcionamento do sistema digestivo.

.

Outra reação conhecida entre estresse e pele é a perda de pelos e cabelo. A circulação no couro cabeludo pode ficar comprometida pela preocupação, o que causa queda de cabelos.

.

Em casos muito sérios, a pessoa pode ter pequenas partes da cabeça totalmente calvas, como se fossem manchas. Também é preciso ficar atento porque, em alguns casos, este tipo de calvície pode não ter tratamento nem cura.

.

Herpes é uma das consequências entre estresse e pele

.

Existe ainda um outro problema que surge principalmente da relação de estresse e pele, a herpes. Ela surge como pequenas feridas com bolhas na região ao redor dos lábios e nariz.

.

Doloridas e de aparência feia, essas pequenas feridas são típicas de estresse ou imunidade baixa e são causadas por um vírus existente no corpo humano que se manifesta quando as defesas do corpo ficam vulneráveis. É importante tratá-las assim que surgirem para que a cicatrização seja mais rápida e para que não se espalhe por uma área maior do rosto.

.

Micoses, fungos e outras doenças de pele e outras doenças de pele também podem indicar estresse. Um sistema imunológico deficiente não consegue se defender de bactérias e outros problemas que normalmente são facilmente evitados.

.

Todos estes sintomas, doenças e manifestações podem indicar que o nível de estresse no seu corpo está causando danos. É importante tratar cada uma dessas causa, já que praticamente todas têm soluções simples.

.

Mas apenas tratar o sintoma, como qualquer um destes acima, não vai resolver o problema. É importante também procurar auxílio psicológico ou afastar-se de ambientes e situações que agravam o estresse para evitar complicações ainda mais severas à saúde.

.

 

 

 

 


Sites parceiros