[the_ad_group id="16403"]
Medicina Alternativa > Uncategorized

Conheça os benefícios medicinais do hipérico

Por Redação Doutíssima 23/12/2014

Planta da família das gutíferas, o hipérico também é conhecido como hipericão, milfurada, ibitipoca, hipérico verdadeiro e, principalmente, como erva-de-são-joão. É um arbusto perene e robusto, composto de folhas pequenas, ovais, alongadas e perfuradas, além de possuir flores douradas.

E justamente suas folhas e flores que são utilizadas de forma medicinal, desde a Idade Média, por suas propriedades anti-inflamatórias e curativas, além de serem aplicados em tratamentos para queimaduras e transtornos do ânimo, como ansiedade e depressão. Isso tudo sem apresentar os efeitos colaterais de antidepressivos tradicionais, como Prozac, paroxetina, Zoloft, tofranil e outros.

hiperico

Hipérico é uma erva muito utilizada por suas propriedades medicinais. Foto: iStock, Getty Images

 

O nome popular da planta, erva-de-são-joão, foi dado em homenagem aos Cavaleiros de São João de Jerusalém, pois utilizavam o hipérico para o tratamento de soldados feridos durante as cruzadas no campo de batalha.

Outra curiosidade é que, como a hipericina produz uma cor vermelha, a erva acabou sendo associada ao sangue, motivo pelo qual é frequentemente utilizada no dia 24 de junho, em que se comemora o dia do banquete de João Batista. Ela também era usada como proteção contra o mal.

 

Benefícios do hipérico

 

Os benefícios da erva se dão graças a algumas substâncias presentes em sua composição, que desempenham atividade biológica, como ácidos orgânicos, óleos essenciais, queratina, limoneno, taninos e outros. Veja como essa planta é utilizada para tratar alguns males.

Ansiedade

Por possuir alta concentração de hipericina e hiperforina, é muito indicado para o tratamento de ansiedade leve. Utilize esse tratamento, porém, sempre mediante de consulta médica.

Oleosidade da pele

O óleo extraído dessa planta possui propriedades adstringentes que ajudam a manter o nível adequado de oleosidade da pele. Aplicado sobre a derme, age como normalizador dos níveis de oleosidade, além de ser um ótimo regenerador nos casos de feridas e queimaduras.

Problemas estomacais

Uma das substâncias presentes no hipérico, a hipericina, combate a acidez do estômago, o que acaba tratando os problemas decorrentes, como mal-estar estomacal, digestão pesada, vômitos e diarreias.

Toxinas

Outra substância encontrada nessa planta é o limoneno, que, por suas propriedades diuréticas, acaba facilitando a eliminação de toxinas do organismo.

Depressão

Esse é um dos usos mais comuns do hipérico, e também o que mostra os melhores resultados. As substâncias presentes nessa planta atuam diretamente no combate à depressão, porém, sem os efeitos colaterais de medicamentos fármacos. Porém, o uso do hipérico nesses casos deve ser adotado por períodos longos para começar a demonstrar resultados.

Cuidados

Evite consumir planta fresca ou seu óleo quando for se expor ao sol ou a raios ultravioleta, já que pode ocorrer fotossensibilização da pele. A erva também pode interferir no uso de drogas contraceptivas, por isso, usuárias desse tipo de medicamentos e gestantes devem evitar seu consumo.

Como usar o hipérico

Chá

Prepare uma infusão com duas colheres de chá de flores de hipérico com uma xícara de água quente. Deixe repousar tampada durante 10 minutos, coe e beba meia hora antes de dormir.

Tintura

Consuma de um a quatro ml, três vezes ao dia.

Compressa

Macere 300 g de flores com 500 ml de óleo puro. Aplique sobre úlceras e queimaduras, ou esfregue nas áreas atingidas por gota e reumatismo.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]