Dica do Nutricionista

Conheça os motivos para incluir farelo de aveia na dieta

Por Redação Doutíssima 18/02/2015

Quando se fala em farelo, logo vem à cabeça algo que é resto de alguma coisa. O farelo de aveia é isso mesmo, a sobra da aveia, ou melhor, a sobra da camada externa do grão, que é eliminada durante o processo de refino.

 

farelo de aveia

A versão da aveia em farelos possui mais fibras e ajuda na saúde do coração. Foto: iStock, Getty Images

 

O que, talvez, você não saiba, é que ele é um poderoso aliado da saúde do seu coração.

 

Por ser uma fonte rica de proteínas e lipídios, como o ácido oleico e linoleico, além de vitaminas antioxidantes e fibras solúveis, como as beta-glucanas, o farelo ajuda a regular os níveis de gordura no sangue.

Diversos estudos têm demonstrado que dietas suplementadas com farelo de aveia promovem uma redução significativa do colesterol sérico total e LDL, o famoso colesterol ruim”, afirma a nutricionista Renata Rodrigues de Oliveira.

 

Renata explica ainda que as beta-glucanas do farelo produzem soluções com viscosidade mais alta e apresentam concentração importante de proteínas e outros carboidratos.

“Atualmente, o farelo de aveia é o alimento disponível no mercado com maior teor de beta-glucanas, sendo considerado um dos alimentos com ação mais potente em relação à diminuição dos níveis de colesterol sanguíneo”, explica.

 

Benefícios do farelo de aveia para o organismo

 

A aveia em farelos é um alimento que cumpre diversas funções no organismo. Além de ajudar no controle do colesterol, ele também ajuda a promover a saciedade mais rapidamente durante as refeições.

Em contato com a água, o farelo é capaz de absorvê-la, formando um bolo maior, o que faz o cérebro liberar o hormônio da saciedade mais rapidamente. O farelo também é um aliado importante do intestino. Rico em fibras, ele ajuda na limpeza e estimula o crescimento da flora intestinal.

Os benefícios do farelo não param por aí. Ele ainda ajuda na prevenção do diabetes tipo 2. As beta-glucanas retardam a absorção da glicose, o que ajuda o pâncreas a produzir menos insulina.

 

O farelo de aveia ainda ajuda o sistema imunológico a se fortalecer. Ao promover a limpeza intestinal, as fibras presentes no farelo viram ácidos graxos, que impedem que micro-organismos invadam a corrente sanguínea e se espalhem pelo corpo.

Intolerância a glúten e farelo de aveia

 

Infelizmente, o farelo de aveia contém glúten, mesmo que a aveia em si, não. Isso porque, como em vários países, o farelo é processado junto ao trigo, alimento que tem glúten e que, portanto, o contamina.

Isso significa que pessoas celíacas não podem consumir o farelo. A indicação da nutricionista é para sempre ler a embalagem e ver ser está escrito as palavras “contém glúten”.

Como consumir o farelo no dia a dia?

 

A nutricionista explica que o a aveia em farelos é um alimento super eclético e que combina com uma série de alimentos. Podendo ser possível misturá-lo junto aos secos na hora do preparo de um bolo e servir por cima da salada.

“O farelo pode ser usado também em sucos, vitaminas, bolos, pães, misturados ao iogurte. Há inúmeras formas de incluir esse superalimento à sua dieta diária”, explica.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros