[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista

Aprenda 10 cuidados com a comida congelada

Por Redação Doutíssima 25/04/2015

O que fazer com aquela refeição que sobrou da festa em família? A solução pode ser a comida congelada. Isso porque a melhor maneira de aproveitar os alimentos intactos é o congelamento. Nesse processo, você consegue manter as propriedades da comida, bem como o sabor e a textura.

 

Isso se explica porque a água dos alimentos se congela em cristais pequeninos, que paralisam a atividade de micro-organismos. Mas entenda que a comida congelada precisa ser com itens de qualidade, pois o congelamento não melhora o aspecto dos alimentos, somente mantém suas características.

comida congelada

Congelar alimentos pode ser opção para manter as propriedades da comida intactas. Foto:iStock, Getty Images

Como armazenar comida congelada

 

O congelamento de alimentos não precisa ser feito somente quando sobra comida daquela festa em família. Para as pessoas que sofrem com falta de tempo, essa pode ser uma solução muito prática.

Praticidade é o que as pessoas desejam. Segundo um levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), essa é uma grande tendência dos consumidores brasileiros.

A embalagem usada para qualquer tipo de comida congelada deve ser leve e resistente, além de ser impermeável a líquidos e cheiros.

O mais indicado é que seja transparente, pois dá visão à comida, e selada ou com dispositivo de fecho, do tipo zip-lock. Não esqueça de tirar o ar excedente da embalagem antes de levá-la ao freezer.

 

A comida congelada deve estar identificada por etiquetas que indiquem a data de fabricação, validade e o produto. É importante que esses dados estejam visíveis para se evitar o consumo de alimento estragado ou que ele estrague dentro do freezer.

Quanto à temperatura para armazenar a comida congelada, o ideal é que esteja entre -18ºC e -25ºC. Entre esses índices, há maior segurança na conservação dos produtos por períodos mais longos. Mas, atenção, esse período pode variar de acordo com o alimento.

Dicas para fazer comida congelada

Abaixo, confira 10 dicas para congelar alimentos.

1. Verduras

Verduras de folhas, pepino, tomate cru e rabanete não devem ser congelados, assim como alimentos que serão consumidos crus, em forma de salada. Lembre-se que banana e abacate oxidam.

2. Leite e carnes

Leite e derivados, bem como pães, peixes, aves, carnes, frutas e legumes, podem ser congelados.

3. Batata e ovos

Batatas ou gemas cruas, assim como claras cozidas, maionese, aves recheadas, cremes ou pudins que levem ovos e leites em seu preparo, não devem ser congelados, esses ingredientes são separados durante o processo de descongelamento.

4. Raízes

Batatas e outras raízes devem ser pré-cozidas antes de serem congeladas.

5. Estado do alimento

Escolha alimentos em ótimo estado para congelar, dessa forma, a qualidade estará garantida até a hora de consumir.

6. Empacotar

O alimento deve ser congelado imediatamente após ser empacotado. Não os deixe em temperatura ambiente por muito tempo.

7. Geladeira

Carnes, massas com molho e aves devem ser descongelados lentamente na geladeira, porque deterioram com muita facilidade.

8. Pratos prontos

Pratos prontos devem ir direto do freezer para o forno ou fogo baixo para que o descongelamento ocorra lentamente e a comida não fique seca.

9. Congelar de novo?

Depois de descongelados, os alimentos não devem ser congelados novamente.

10. Consumo

Alimentos prontos, assim como carnes, devem ser consumidos dentro de, no máximo, 48 horas depois de serem descongelados. Se forem peixes ou frutos do mar, o consumo deve ser imediatamente após o descongelamento.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]