Guia do Câncer

Conheça os tipos de câncer de pele e calcule o seu risco

Por Redação Doutíssima 01/05/2015

Quer saber mais sobre os tipos de câncer de pele? O Dia Mundial do Câncer de Pele é no dia primeiro de Maio, data em que se busca chamar atenção das pessoas a esse problema, principalmente em relação as suas causas e sintomas. Quase todos tumores na pele podem ser tratados de forma eficaz, desde que sejam diagnosticados precocemente.

 

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima, para 2014 e 2015, que sejam diagnosticados 98.420 novos casos de câncer de pele não melanoma em homens e 83.710 em mulheres no Brasil.

tipos de cancer de pele

A consulta anual com o dermatologista é essencial para detectar câncer de pele. Foto:iStock, Getty Images

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que, anualmente, são detectados entre dois e três milhões de tipos de câncer de pele não-melanoma e 132 mil tumores de pele melanoma em todo mundo.

 

Tipos de câncer de pele

Segundo informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), existem três principais tipos de câncer de pele. Conheça um pouco mais sobre eles:

 

1. Carcinoma basocelular (CBC)

Um dos mais prevalentes dentre todos os tipos de câncer, mas com baixa letalidade. É possível curá-lo quando detectado precocemente. É um dos tipos de câncer de pele que aparecem em regiões mais expostas ao sol, como face, orelhas, pescoço, couro cabeludo, ombros e costas.

 

Certas manifestações do CBC assemelham-se a lesões não cancerígenas, como eczema ou psoríase. Somente um médico especializado pode diagnosticar e prescrever a opção de tratamento mais indicada.

 

2. Carcinoma espinocelular (CEC)

Esse é o segundo dos tipos de câncer de pele mais frequentes. Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, embora seja mais comum nas áreas expostas ao sol.

 

O CEC é duas vezes mais frequente em homens do que em mulheres. Assim como outros tipos de câncer da pele, a exposição excessiva ao sol é a principal causa do CEC, mas não a única.

É possível que ele esteja associado a feridas crônicas e cicatrizes na pele, uso de drogas, rejeição a órgãos transplantados e exposição a certos agentes químicos ou à radiação. Somente um médico especializado é capaz de fazer o diagnóstico correto.

 

tipos de câncer de pele

3. Melanoma

Esse é o menos frequente, mas é preciso estar atento, já que o melanoma tem o pior prognóstico e o mais alto índice de mortalidade. Embora o diagnóstico de melanoma normalmente traga medo e apreensão aos pacientes, as chances de cura são de mais de 90% quando há detecção precoce da doença, segundo a SBD.

 

O melanoma, em geral, tem a aparência de uma pinta ou de um sinal na pele, em tons acastanhados ou enegrecidos. É preciso estar atento quando essa “pinta” ou “sinal” mudam de cor, de formato ou de tamanho, ou causem sangramento.

 

Tipos de câncer de pele: calcule o risco

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o desenvolvimento da doença, já que algumas marcas na pele são comuns. Por isso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia disponibiliza, em seu portal, uma calculadora de riscos para câncer da pele.

Esse serviço traz informações importantes ao usuário, usando um questionário desenvolvido por especialistas e revelando quais as chances da pessoa de ter câncer de pele no futuro.

Entretanto, a calculadora da SBD não deve substituir a procura por um dermatologista. Sempre consulte um médico para realizar exames preventivos e manter a saúde da sua pele.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros