Filhos

Tipos de mamadeiras: como escolher a certa para seu bebê

Por Redação Doutíssima 03/06/2015

Nas lojas, é comum encontrar diversos tipos de mamadeiras para comprar. A quantidade disponível desse acessório, muitas vezes, ultrapassa o número de tipos de bebida que uma criança pequena costuma tomar. Mas isso é explicado pelo fato de que é muito comum que os bebês se acostumem a uma mamadeira e recusem outras.

 

A mamadeira só deve ser oferecida depois dos seis meses de aleitamento materno recomendado pelos médicos. Em alguns casos, o próprio leite materno pode ser oferecido à criança em uma garrafinha com bico, mas quem deve recomendar a estratégia é o pediatra.

tipos de mamadeiras

A mamadeira pode ser escolhida de acordo com o material de que é o feito o bico. Foto: iStock, Getty Images

Isso porque o uso de qualquer um dos tipos de mamadeiras ou de bicos e chupetas pode interferir no interesse da criança pela amamentação no peito. Além disso, o uso precoce e contínuo desses “pacificadores” prejudica a respiração, a formação dos dentes e a saúde dos pequenos.

Um levantamento realizado nos Estados Unidos, nas Universidades de Ohio e Philadelphia, constatou que crianças que usam mamadeira até os dois anos de idade apresentam chances maiores de desenvolverem obesidade.

Conheça os tipos de mamadeiras

Não há como fugir da mamadeira, o importante é lembrar que ela não deve ser oferecida precocemente ao bebê. Mas como escolher uma versão segura e menos prejudicial à saúde do seu filho? Confira a variedade desse acessório:

1. Bico de silicone

É mais durável que o de borracha, por isso mais rígido. Os tipos de mamadeiras com bico de silicone também são mais fáceis de limpar.

2. Bico de borracha

Muito mais flexível que o bico de silicone, ele é mais anatômico e se encaixa melhor ao formato da boca dos pequenos, porém não apresenta a mesma durabilidade.

3. Antirrefluxo

Esse é o tipo que possui uma válvula que impede a entrada de ar quando a criança chupa o líquido. Apesar de evitar a formação de bolhas de ar no trato gastrointestinal, isso não garante que a criança não terá refluxo ou cólicas, já que são reações a diversos fatores.

4. Furo do bico

Existem diferentes espessuras do furo no bico, indicados para cada tipo de líquido que a criança irá consumir. Observe a recomendação do fabricante na embalagem antes de comprar.

5. Tamanho do bico

Para cada idade da criança, há um tamanho de bico que acompanha o desenvolvimento oral. Essa é outra informação que deve ser observada no ato da compra.

 

Como higienizar os diferentes tipos de mamadeiras

É possível encontrar em lojas de produtos para bebês, esterilizadores específicos para os diversos tipos de mamadeiras. Esse produto é muito prático, mas pode ter um preço alto, e sua eficiência é a mesma da esterilização com fervura, que pode ser feita em qualquer panela.

Utilize uma panela limpa com água filtrada para higienizar corretamente qualquer um dos tipos de mamadeiras. Coloque de modo que fiquem totalmente submersas todas as partes da garrafinha e bico. Utilize um prato para fazer peso e manter os objetos dentro da água durante todo o processo.

Coloque a panela no fogão, ligue o fogo e deixe, a partir do momento que a água começar a ferver, por cerca de quinze minutos. Coloque as peças para escorrer. e assim que estiverem frias e secas, monte a mamadeira.

A mamadeira que o bebê usa com frequência deve ser higienizada dessa forma a cada 24 horas, para evitar a contaminação por bactérias.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros