[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Saiba como impor limites na educação infantil

Por Redação Doutíssima 15/06/2015

Para muitos pais e professores, é difícil impor limites na educação infantil. Na infância, as crianças mostram-se mais rebeldes ao lidar com regras e essa é a fase em que as famosas “birras” são mais frequentes. Porém, é possível ensinar quais são os limites e as normas de convivência na casa e na escola.

 

O que são limites na educação infantil?

Falar em limites na educação infantil é fazer referência a certos padrões e regras que os pais devem ensinar para os filhos. É preciso deixar claro aos pequenos que eles simplesmente não podem fazer o que quiserem – ou seja, que há regras.

limites na educacao infantil

Adultos precisam controlar as emoções na hora de impor limites para as crianças. Foto: iStock, Getty Images

É necessário esclarecer, para não criar confusão, que esses limites muitas vezes alteram-se de um ambiente para outro.

 

Segundo informações do portal da Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional (Sbie), os limites são importantes porque são a base da socialização, da aprendizagem e do autocontrole, tanto emocional quanto comportamental.

Além disso, ajudam a criança a se estruturar em seu ambiente. A maioria das crianças deseja agradar os adultos, mas às vezes não sabem o que é esperado delas. Quando os limites são consistentes, elas saberão exatamente o que se espera – ao invés de adivinhar o que deveriam fazer.

 

Dicas para impor limites na educação infantil

Como educar uma criança não é uma tarefa fácil, algumas dicas podem tornar esse momento menos estressante para os pais.

 

1. Seja objetivo

Muitos pais, ao educarem ou imporem limites na educação infantil, usam expressões como “seja bonzinho” – expressão que nada significa para as crianças. Elas precisam que lhes seja indicado o tipo exato de comportamento que se espera delas.

Em outras palavras, um limite específico, com frases curtas e precisas, tais como “você deve segurar a minha mão ao atravessarmos a rua” ou “você precisa comer agora e brincar depois”.

 

2. Tenha firmeza

Ao impor limites para uma criança, é necessário falar com um certo tom de voz, sem gritar, e com um olhar sério. Quando você define limites de maneira suave, isso indica à criança que ela tem a livre escolha de obedecê-los ou não.

 

3. Dê algumas opções

Com crianças mais resistentes aos limites, é possível uma abordagem que lhe dê opções. Por exemplo, se é a hora de comer, você pode informar isso à criança e, na sequência, questioná-la se ela prefere comer no prazo azul ou verde. Desse modo, ela se sentirá no controle da situação, reduzirá a resistência e obedecerá a ordem sem problemas.

 

4. Use a positividade

Toda a criança é mais receptiva quando recebe uma ordem sem repressão. É melhor dizer a uma criança o que fazer, antes de dizer o que ela não deve fazer.

 

5. Explique o motivo

Quando a criança não entende uma regra, é provável que não irá obedecer. A melhor forma de aplicar limites na educação infantil é explicar o motivo pelo qual o pequeno deve obedecer. É desnecessária uma longa explicação, basta dizer o motivo de determinado comportamento ser errado.

6. Controle suas emoções

Pais que tentam impor limites quando estão zangados são mais propensos a ser verbalmente e/ou fisicamente abusivos com os filhos. Por isso, antes de impor limites na educação infantil ou em qualquer faixa etária, respire fundo e analise a situação com calma antes de agir.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]