[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Menino ou menina? Sexagem fetal pode ajudar a descobrir

Por Redação Doutíssima 20/04/2015

Depois da alegria da descoberta da gravidez, dos primeiros exames e da constatação de que tudo está bem, vem  a dúvida, carregada de expectativa: é menino ou menina? Hoje, é muito difícil encontrar casais que não desejem saber o sexo do bebê antes do nascimento e esperem pela surpresa no momento do parto. E, para isso, existem muitos métodos atualmente.

Para preparar a chegada do bebê, como decoração do quarto, cor do enxoval e escolher o nome, papais e mamães já optam por vários métodos: a ultrassonografia não é mais o único. Por meio da sexagem fetal, é possível saber se será menino ou menina a partir da oitava semana de gestação, independente da posição em que o feto estiver.

menino ou menina

Ultrassonografia não é o único método para saber se o bebê é menino ou menina. Foto: iStock, Getty Images

Menino ou menina? Em busca do cromossomo Y

De acordo com o ginecologista Renato de Oliveira, para descobrir se o bebê é menino ou menina, a sexagem fetal é feita com uma amostra de sangue da mãe.

 

Durante a gestação, existem células do feto circulando na corrente sanguínea da mãe. O exame faz uma análise laboratorial do sangue materno em busca do cromossomo Y, que caracteriza o sexo masculino.

 

“Se ele é detectado, isso significa que o bebê é um menino. Caso contrário, trata-se de uma menina”, detalha. O especialista garante que o teste é seguro, não invasivo e sem qualquer risco para a mãe e para o bebê. Os índices de acerto do feto ser menino ou menina são maiores com o avançar da gravidez.

 

“Outro ponto importante é que o exame não identifica a gravidez. Desse modo, se a mulher que não estiver grávida fizer o exame, o resultado apontará sexo feminino, pois apenas identificará a ausência de DNA masculino. Além disso, o fato de não ser a primeira gestação não interfere no resultado, pois o DNA fetal é rapidamente eliminado da circulação materna horas após o parto”, explica.

E se forem gêmeos?

Quando se trata de uma gravidez gemelar, como funciona a sexagem fetal? No caso de gêmeos univitelinos (idênticos), o teste é válido para os dois bebês. Se o exame der menino, diz o médico, os dois bebês serão meninos. Se der menina, os dois bebês serão meninas.

Gêmeos idênticos têm o mesmo DNA e, por isso, o mesmo sexo. Em gêmeos diferentes (bivitelinos), o resultado positivo para o cromossomo Y significa que ao menos um dos gêmeos será menino. Se o resultado der ausência do cromossomo Y, pode-se dizer que são duas meninas, explica o ginecologista.

Outras formas para saber se é menino ou menina

Além da sexagem fetal e da ultrassonografia, há métodos mais tradicionais, como o teste de farmácia.

Neste caso, você pode descobrir em casa mesmo se está grávida de menino ou menina. É uma tecnologia relativamente nova no Brasil, mas que já presente em outros países há mais tempo.

O IntelliGender é um teste que revela o sexo do bebê em 10 minutos com apenas 10 semanas de gestação. A probabilidade de acerto é de 82%, de acordo com o fabricante. A desvantagem é o preço elevado e o fato de não ser encontrado facilmente em farmácias de todas as cidades.

Mas é importante ressaltar que o resultado não é confiável se a mulher estiver usando hormônios como a progesterona. A eficácia do teste também não é boa em caso de gêmeos ou mais.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]