Os preservativos são importantes para a proteção contra doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e uma ótima alternativa para prevenir a gravidez, mas é preciso usá-los corretamente. Escolher o melhor dentre tantos tipos e marcas disponíveis nem sempre é uma tarefa fácil. Para fazer isso, é preciso conhecer todos e eleger aquele que atenda às necessidades.

 

Como escolher o modelo dos preservativos

Além de proteger a saúde e prevenir a gravidez indesejada, a camisinha é capaz de ter alguns benefícios extras. No entanto, antes de tudo é preciso definir qual modelo será utilizado. Talvez você precise de um preservativo maior ou menor, ou então caso tenha alergia ao látex, a escolha deve recair sobre os feitos de outros materiais, como o poliuretano.

preservativos
Entender a finalidade de determinado tipo de preservativo é importante na hora da compra. Foto: Shutterstock

Quanto à alergia ao látex, é importante saber se seu parceiro ou parceira não a possuem. Ter uma reação alérgica durante o ato sexual não é algo agradável – sendo melhor prevenir esse tipo de situação. Com isso em mente, é possível adicionar os benefícios extras dos diversos tipos de camisinhas existentes.

 

Tipos de preservativos

Há uma grande variedade de estilos à disposição no mercado. Por isso, para fazer uma escolha consciente você precisa entender a finalidade de cada um deles. Confira abaixo alguns modelos básicos e suas funções, e opte por aquele que mais lhe agrade.

 

1. Látex

É o tipo mais comum de preservativo.

 

2. Sem látex

É a camisinha de poliuretano, indicada para quem é alérgico ao látex.

 

3. Tamanho

Os preservativos vão desde pequeno até extragrande.

 

4. Lubrificados

São revestidos com lubrificante e facilitam a penetração.

 

5. Sensíveis

Mais finos para aumentar a sensação. Porém, saiba que nesse modelo, as camisinhas têm maiores chances de se romper – por isso devem ser utilizadas com lubrificantes e não usadas para sexo anal.

 

6. Divertidos

Há muitos tipos, mas os mais famosos são aqueles que brilham no escuro.

 

7. Efeito retardante

Possuem um anestésico que ajuda a manter a ereção por mais tempo.

 

8. Feminino

Preservativo que é inserido dentro da vagina.

 

9. Aromatizado

Capaz de tornar o sexo oral seguro e mais agradável.

 

10. Texturizados

Possuem pequenas nervuras que dão um maior estímulo durante a penetração.

 

Preservativo em spray promete revolucionar o sexo

Além dos tipos mais comuns de preservativos, a cada dia a ciência busca inovar. É que muitos homens acham que não há uma camisinha apropriada para eles. A novidade fica por conta do preservativo em spray, que promete revolucionar o mercado.

 

A camisinha em spray estourou em 2008, quando o cientista alemão Jan Vinzenz Krause começou a testar um protótipo. A ideia era um tubo de metal com jatos que pulverizavam látex líquido. Em razão de “dificuldades técnicas”, o protótipo nunca teve produção em massa e a sensação em torno dos preservativos em spray acalmou.

 

No entanto, o assunto voltou à tona quando a estudante do Pratt Institute, em Nova York, Michele Chu, projetou o Girlplay.

 

Para usá-lo, os homens são instruídos a pulverizar o liquido no pênis ereto e aguardar dois minutos antes de se envolver em atividade sexual. Nesse meio tempo, uma película forma-se em torno do pênis. Porém, o produto ainda não está disponível para venda.

 

Além disso, outra proposta inovadora no mercado é o preservativo “inteligente”, que muda de cor quando detecta uma doença sexualmente transmissível. A ideia foi inventada por um grupo da TeenTech e também é uma promessa para o sexo cada vez mais seguro.