Bruna Lombardi mostrou toda a sua juventude conservada em recente entrevista para um programa de TV. A matéria gerou polêmica, já que a atriz de 63 anos revelou que gosta de posar para fotos sensuais que o próprio marido – o ator e diretor Carlos Alberto Riccelli – faz dela.

Mas o mais impressionante ainda é a aparência da artista. A pele, os cabelos e a forma física impressionam pela jovialidade. Duas dicas de Bruna Lombardi para conquistar essa imagem é o cuidado com a alimentação e a manutenção de boas energias.

Bruna Lombardi - Foto: Facebook, Reprodução
Bruna Lombardi chamou a atenção em fotos sensuais que o próprio marido registra. Foto: Facebook, Reprodução

Pele jovem desde sempre

Para garantir uma aparência jovem na terceira idade os cuidados devem começam muito antes. Maria das Graças de Melo Teixeira Spengler, dermatologista e professora de Medicina da Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp) explica que a pele é o maior órgão do corpo e está exposta a muitos fatores ambientais que afetam a aparência e a saúde ao longo da vida.

“Além disso, há alterações que ocorrem ao longo do tempo determinadas por nossos genes e hormônios”, diz a especialista. Ela ainda afirma que o interesse em manter a aparência da pele jovem e saudável é muito comum hoje em dia entre homens e mulheres pelo fato de que o visual indica a boa saúde do corpo.  

A médica ainda comenta que um dos maiores fatores contribuintes para o envelhecimento da pele é a radiação UV. “Os raios UVA e UVB geram radicais livres que danificam a pele, gerando rugas, queimaduras, manchas e o câncer de pele”, alerta.

 

Como chegar aos 60 com o visual de Bruna Lombardi

Segundo Maria das Graças, na pele madura (a partir dos 55 anos) as deficiências hormonais e nutricionais, associadas ao dano solar, são os responsáveis pelo envelhecimento das células da pele e diminuição do colágeno. As consequências são aspecto ressecado com alteração da elasticidade e fragilidade da parede dos vasos sanguíneos.

Para evitar a chegada dos efeitos da idade, a dermatologista recomenda, após a limpeza, o uso de hidratantes específicos para cada parte do corpo. “A eles podem ser agregados protetores solares e diversos outros ativos visando a ação antienvelhecimento, tais como antioxidantes, peptídeos, proteínas, retinóides, vitaminas, hidroxiácidos e outros”, avisa.

O visual Bruna Lombardi não depende apenas dessa rotina de bons produtos. A dermatologista lembra que a alimentação e suplementação por via oral podem influenciar na aparência da pele.

Dietas que contêm alta quantidade de açúcar refinado podem predispor a pele a um envelhecimento prematuro, diz a especialista. Fumar também é extremamente danoso e um hábito que contribui com a deterioração do visual jovem.

Por último, a dermatologista recomenda práticas meditativas e terapias de reposição hormonal para estar com uma aparência mais jovem aos 60 anos.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


DEIXE UMA RESPOSTA