Amor e Sexo > Sexualidade

Saiba como apimentar a relação com calcinha comestível

Por Redação Doutíssima 14/09/2015

Durante o sexo todos os sentidos são usados para se obter prazer. E uma das formas de tornar esse ato ainda mais excitante é adicionar elementos que agucem ainda mais as sensações. A calcinha comestível é um ótimo modo de fazer isso.

Trata-se de uma película fina e com diversos sabores e aromas, um estilo de roupa íntima que pode surpreender o parceiro e tornar o sexo oral incrível.

calcinha comestível - doutissima - iStock

Calcinha comestível é uma alternativa para incrementar o sexo oral. Foto: iStock, Getty Images

 

Use uma calcinha comestível e saia da rotina

O sexo é importante na vida de qualquer pessoa. Inúmeros estudos demonstram que ele é capaz de ajudar em diversos aspectos, como melhorar o humor, fazer bem para a saúde e também para o relacionamento.

 

Uma pesquisa publicada no Psychology Report em 2004, por exemplo, revela que os estudantes analisados que mantiveram relações sexuais uma ou duas vezes por semana apresentaram níveis mais elevados de uma substância importante para o combate de doenças em seus corpos.

 

Por isso, é importante manter a vida sexual sempre ativa. E para fazê-lo, vale a pena apostar em algumas novidades. A calcinha comestível é uma ótima maneira de apimentar a relação, além de proporcionar benefícios incríveis na hora das preliminares, muitas vezes tornando o sexo oral ainda mais prazeroso.

 

Feita em muitos sabores, é possível usar calcinhas comestíveis em brincadeiras durante as preliminares – por exemplo, em jogos nos quais o parceiro cumpre uma tarefa e então é autorizado a mordiscar um pedaço do doce.

Outra maneira é adocicar o sexo oral porque devido ao material com o qual é produzida, a calcinha vai se desmanchando. Não bastasse tudo isso, ela é um dos itens mais baratos que podem ser encontrados em sexy shops.

 

A calcinha comestível surgiu em 1970, em Chicago, nos Estados Unidos, lançada pelos jovens empresários David Sanderson e Lee Brady. O protótipo era uma película comestível que tinha sido originalmente concebida para embrulhar perus congelados.

 

Como escolher a sua

A primeira calcinha comestível já feita tinha sabor de alcaçuz. Desde então, muitos sabores desse item sensual foram desenvolvidos, e hoje ela é capaz de agradar quase todos os tipos de paladares. As mais tradicionais são as de morango e chocolate, mas é possível encontrar sabores mais exóticos, como champanhe e maracujá.

 

Os modelos também podem variar, mas geralmente o que mais faz sucesso é aquele que se parece com um biquíni de amarrar. O principal ingrediente da calcinha comestível é o hidroxipropilmetilcelulose (HPMC), um polímero derivado de planta mais conhecido por suas propriedades de absorção de água. Elas ainda possuem ingredientes açucarados que chegam a dar a esse acessório cerca de 160 calorias.

 

Além das calcinhas comestíveis feitas de uma película que derrete na boca, outras opções também podem ser usadas para tornar o sexo mais doce. Lembra das pulseiras feitos com balas, muito comuns na infância? Muitas sexy shops possuem uma calcinha feita da mesma forma, com várias balinhas presas em um fio elástico.

 

Para os homens mais ousados, há a opção das cuecas comestíveis. Em outras palavras, existem opções para todos gostos e casais e, por isso, vale a pena experimentar.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


Sites parceiros