Quando chega a hora do parto, o colo do útero precisa dilatar para a passagem do bebê. A fase é conhecida como dilatação gestacional e, em geral, indica o começo do trabalho de parto. Esse momento é diferente para cada mulher: em algumas, é um processo gradual, enquanto para outras acontece em curto período de tempo.

 

Dilatação gestacional e trabalho de parto

É possível perceber que a cabeça do bebê é muito grande se comparada à pequena abertura do colo do útero. É justamente para proporcionar um caminho de saída para o pequeno que ocorre a dilatação gestacional, que nada mais é do que o alargamento dessa abertura. De forma surpreendente, é capaz de abrir-se até 10 cm na fase de dilatação.

dilatacao gestacional
Dilatação do colo de útero junto com contrações indica que o momento do parto está próximo. Foto: iStock, Getty Images

Quando o bebê desce para a pelve, já no final da gravidez, a cabeça coloca pressão sobre o colo do útero. Essa pressão constante faz com que o corpo libere oxitocina, hormônio que provoca as famosas contrações.

As contrações empurram o pequeno ainda mais para baixo no colo do útero, fazendo com que ele se dilate e assim por diante. É a combinação de hormônios e da pressão da cabeça do bebê que causa a dilatação gestacional.

 

A dilatação é medida em centímetros. Em exames vaginais, mede-se pelo número de dedos que cabem na abertura do colo do útero – se a ponta de um dedo encaixa, significa 1cm de dilatação, se duas pontas encaixam, há 2cm de dilatação, e assim por diante.  

 

Quando se está no parto, o colo do útero estica-se até ficar totalmente dilatado, com aproximadamente 10cm.

 

No entanto, para esse momento não é apenas a dilatação que é importante. Durante a gravidez, o colo do útero é “fechado” e protegido por um tampão de muco. Aos poucos, esse tampão é diluído, o que também é essencial para a passagem do bebê.

 

Caso você deseje um bebê através de métodos naturais, basta permitir que a dilatação ocorra naturalmente. Se isso não acontecer, é possível que o médico induza a dilatação e até mesmo o parto. Porém, em alguns casos a cesariana é indicada.

 

O que fazer com a dilatação gestacional?

Durante essa fase, o que resta é relaxar. É desnecessário correr para o hospital antes dos 4cm de dilatação. Busque aproveitar o conforto do ambiente familiar, beba muita água e coma pequenos lanches.

 

Além disso, controle o tempo das contrações. Caso o trabalho comece cedo da noite, uma boa ideia é dormir um pouco. Se isso não for possível, concentre-se em atividades leves, como preparar o almoço do dia seguinte.

 

dilatação gestacional doutíssima infográfico 

O que esperar?

Quando a dilatação atingir de quatro a sete centímetros, é o momento de ir para o hospital – perceba isso no instante em que as contrações ocorrerem a cada três ou quatro minutos, e cada uma delas durar cerca de 60 segundos. Respirar lentamente, alterar posições e aplicar compressas quentes ou frias são atitudes úteis nessa hora.

 

Segundo estudo da Universidade de Miami, a massagem durante essa fase diminui a dor e o trabalho pode ser, em média, três horas mais curto, e com menos necessidade de medicação.

Para a maioria das mulheres, a fase mais difícil e dolorosa é quando o colo do útero abre de sete a 10cm. Em outras palavras, quando ele se abre em sua plenitude. Nesse momento, as contrações duram de 60 a 90 segundos, e vêm a cada dois ou três minutos. É o sinal que a hora do parto chegou.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


DEIXE UMA RESPOSTA