Especialidades

Candidíase peniana: saiba quais são os sintomas e tratamentos

Por Redação Doutíssima 22/09/2015

Não são apenas as mulheres que sofrem com infecções fúngicas, já que isso também pode acontecer com os homens: trata-se da candidíase peniana. Ela normalmente afeta a cabeça do pênis, causando irritação, corrimento e vermelhidão. Conhecer os sintomas e as causas muitas vezes ajuda a detectar e curar essa infecção antes que ela evolua.

 

Sintomas e causas da candidíase peniana

A candidíase é uma infecção causada por fungos que pertencem ao gênero Cândida. Há muitas espécies desses fungos que podem causar infecções em seres humanos, sendo o mais comum a Candida albicans.

candidiase peniana

Uso de antibióticos e diabetes favorecem o aparecimento de infecções fúngicas no pênis. Foto: iStock, Getty Images

Segundo dados do Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, quase três quartos das mulheres adultas terão esse tipo de infecção pelo menos uma vez na vida.

Em comparação à incidência em mulheres, ela é considerada rara em homens. Por isso, muitos deles não têm consciência que a possuem, principalmente porque no sexo masculino a progressão do problema pode ser assintomática.

 

As principais causas de infecções fúngicas penianas estão relacionadas à transmissão sexual, meio pelo qual a Candida pode ser passada entre as pessoas por contato direto. No entanto, outros fatores são capazes de contribuir para a candidíase peniana.

O uso de antibióticos a longo prazo, por exemplo, muitas vezes destrói bactérias saudáveis e permite a propagação dos fungos.

 

Os homens com diabetes são mais suscetíveis a infecções fúngicas porque o elevado teor de glicose na urina torna seus corpos um local adequado para proliferação de fungos. Além disso, eles gostam de crescer em condições quentes e úmidas, sendo possível desenvolver candidíase peniana caso o pênis não seja cuidadosamente após a lavagem.

 

É difícil dizer quando os homens têm um problema fúngico, já que as infecções penianas às vezes não apresentam sintomas. Porém, alguns sinais conhecidos incluem manchas em torno da cabeça do pênis, pele vermelha, inchaço, irritação, dor, aftas e manchas brancas na pele. Além disso, é possível apresentar dor ao urinar ou durante o sexo.

 

Opções de tratamento

Há vários métodos de tratamento de infecções fúngicas para os homens. Alguns deles podem ajudar a aliviar a dor e o desconforto associados ao problema.

Por exemplo, existem vários remédios à base de plantas que possuem ação antifúngica, tais como violeta genciana, óleo de coco orgânico, óleo de orégano orgânico, extratos de semente de uva e alho. Além disso, um médico pode prescrever cremes antifúngicos tópicos.

 

Os fungos se proliferam em ambientes úmidos. Por isso, os homens devem garantir que suas áreas genitais fiquem o mais seca possível. A remoção do excesso de pelos também é recomendada porque causa umidade e propensão a criar condições úmidas, facilitando uma candidíase peniana.

 

Além disso, alguns homens podem apresentar a infecção fúngica do sangue, conhecida como candidíase invasiva. Isso ocorre porque a imunidade está enfraquecida e permite que a infecção atinja a corrente sanguínea. Trata-se de uma emergência médica, já que o fungo é capaz de se espalhar rapidamente pelo corpo.

 

Caso você suspeite estar com essa infecção, é recomendável buscar ajuda médica. Considere que ela pode evoluir rapidamente, e até mesmo ser fatal em alguns casos.

É preciso especial atenção quando houver fatores de riscos envolvidos, ou então se a pessoa tiver problemas de saúde que deixam sua imunidade baixa – como portadores de HIV ou quem faz quimioterapia ou radioterapia para tratar câncer.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


Sites parceiros