Exercícios

Exercícios ajudam a fortalecer o músculo do tchauzinho

Por Redação Doutíssima 25/09/2015

Com a aproximação do verão é chegada a hora de colocar vestidos de alça, regatas e outras peças que deixam o corpo em evidência. E nesse momento muitas pessoas se preocupam com o músculo do tchauzinho – aqueles que parecem flácidos quando você levanta o braço. Para que isso não seja uma dor de cabeça, basta incluir alguns exercícios à rotina.

 

Anatomia do braço: conheça os seus músculos

O músculo do tchauzinho nada mais é do que o tríceps braquial, cuja sua principal função é estender o cotovelo. Embora desempenhe um papel muito importante em atividades diárias, ele não é devidamente estimulado pelos movimentos cotidianos. Por isso, esse músculo se torna flácido – algo observável quando se levanta o braço para um movimento de tchau.

músculo do tchauzinho doutíssima istock getty images

Exercícios ajudam a manter o músculo do tchauzinho definido e em forma. Foto: iStock, Getty Images

Não bastasse isso, o acúmulo de gordura localizada, a falta de tonalidade e a diminuição do colágeno da pele com o passar dos anos são capazes de afetar sua aparência. Tudo conduz à flacidez da pele dessa área, algo que nem de longe é desejado pelas pessoas.

 

Está em dúvida se os exercícios estão realmente ajudando a melhor do músculo do tchauzinho? Os cientistas podem auxiliar na resposta. Usando a eletromiografia, eles são capazes de medir a atividade muscular em exercícios, com os resultados mostrando quais músculos são estimulados em determinado treino.

 

Quando se trata do tríceps, um estudo foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos. Eles recrutaram cinco mulheres, de 20 a 24 anos de idade, e testaram os estímulos durante a realização de exercícios de tríceps. As observações permitiram que eles indicassem os melhores exercícios para trabalhar o músculo e acabar com o efeito gelatina.

 

Exercícios para o músculo do tchauzinho

Conheça abaixo os melhores exercícios para o tríceps, segundo esse estudo americano. Não esqueça também de manter uma dieta equilibrada, focada na perda de gordura corporal – essencial para potencializar os efeitos da atividade física.

 

1. Flexões em triângulo

Elas recebem esse nome pela posição das mãos durante a flexão. É eficaz para isolar o tríceps braquial, que fica atrás do braço. Como os cotovelos apontam para trás na flexão triângulo, ela trabalha o tríceps enquanto você empurra o corpo de volta para cima até que seus braços fiquem retos.

 

2. Kickback com halteres

Permite que você treine o tríceps sem envolver outros músculos. Os fisiculturistas que precisam desenvolver tamanho e aparência dos músculos também se beneficiam de movimentos de isolamento, como o kickback com halteres.

 

3. Tríceps na barra paralela

Esse exercício é feito em barras paralelas, mas se você não tem acesso ao equipamento é possível fazê-lo segurando em um banco ou até mesmo um sofá. Além de tonificar o músculo do tchauzinho, o movimento também estimula muitos músculos sinérgicos, incluindo aqueles em seu peito, ombros e parte superior das costas.

 

4. Extensão do tríceps acima da cabeça

Os benefícios do exercício de extensão de tríceps incluem o efeito de isolamento, comodidade e variedade. Embora seja um exercício básico e envolva apenas estender o cotovelo, a extensão tríceps tem muitas variações para que você não fique entediada com ela.

5. Tríceps na roldana

Além de trabalhar o tríceps ele também ajuda a fortalecer os ombros, músculos abdominais e parte superior das costas. Quando realizado como parte de sua rotina de treinamento regular, ajuda a construir músculos mais fortes e tríceps mais tonificados.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros