Não é surpresa alguma que o cérebro desempenha um papel importante para uma pessoa chegar ao clímax. Pois quando se trata de orgasmo sem sexo ele deixa de ser um mero participante e se torna protagonista. Sim, é possível chegar lá sem qualquer tipo de relação sexual e algumas pessoas fazem isso em situações realmente estranhas.

 

Segredo do orgasmo

Muitas vezes você pensa que tudo acontece entre as pernas, mas a experiência do orgasmo ocorre mesmo é entre suas orelhas. Todos pensamentos, sentimentos e sensações corporais que você tem se correlacionam com células nervosas específicas do cérebro. É aí que a magia acontece.

orgasmo sem sexo istock getty images doutíssima
É possível ter orgasmos em situações que não envolvem o sexo em si. Foto: iStock, Getty Images

Como acontece com todas as experiências, o orgasmo é provocado por impulsos elétricos que fluem ao longo de caminhos criados pelas células nervosas conectadas. Ele ocorre quando as vias específicas de prazer estão ligadas e os percursos de defesa estão desligados.

 

Essa ligação é feita através de mensageiros químicos e receptores das células nervosas. As alterações neuroquímicas acontecem principalmente no sistema límbico, uma das partes mais antigas do cérebro e comum a todos os mamíferos. Esses circuitos controlam quase todas funções corporais.

 

É por isso que é possível algumas pessoas sentirem prazer intenso em diferentes atividades – todas elas são traduzidas como clímax pelo cérebro. Dessa forma, qualquer um é capaz de ter orgasmos em situações no mínimo estranhas.

 

Maneiras de ter um orgasmo sem sexo

As pessoas são diferentes e com o prazer é a mesma coisa – cada uma tem um jeito peculiar de senti-lo. Há relatos formas bastante peculiares de atingir o clímax e que não envolvem o pênis e a vagina. Veja algumas delas:

 

1. Beijo

Estimular lábios, língua e partes da boca pode levar a orgasmos no corpo inteiro. Há mulheres que dizem chegar ao clímax com um simples beijo. A boca é o principal órgão sensorial do corpo e, por isso, não é surpresa alguma que homens e mulheres às vezes tenham orgasmos orais.

 

2. Ânus

Homens e mulheres podem ter orgasmos anais com um simples colocar de dedo lubrificado nessa parte do corpo. Nesse caso, é o nervo pélvico o responsável por ativar os caminhos do prazer.

 

3. Seios e mamilos

Algumas mulheres possuem seios e mamilos tão sensíveis que um simples toque ou beijo é capaz de levá-las ao orgasmo. Os seios compartilham vias neurais com a vagina e outros órgãos genitais, formando-se aí o caminho até a parte do cérebro envolvida em um orgasmo.

 

4. Pele hipersensível

Depois de uma lesão da medula espinhal a pele que cobre uma parte do corpo pode ser extremamente sensível e até “orgásmica”. Uma pessoa é capaz de ter orgasmos com um vibrador ligado entre seu pescoço e ombro, por exemplo.

 

5. Sonhos

Bons sonhos podem assumir um significado totalmente novo quando orgasmos acontecem durante eles. Os sonhos começam no cérebro sem qualquer estímulo. Um estudo publicado no Journal of Sex Research indicou que até 85% das mulheres chegam a orgasmos durante o sono antes dos 21 anos de idade.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre o orgasmo sem sexo? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


DEIXE UMA RESPOSTA