Filhos

Marca de nascença é motivo para preocupação? Saiba mais

Por Redação Doutíssima 19/11/2015

Quando um bebê nasce, muitas vezes identifica-se uma marca de nascença. Essas manchas na pele podem ser perceptíveis logo no nascimento ou um pouco depois. Embora a maioria delas não seja um sinal de problema, é preciso uma avaliação médica porque em certos casos pode representar riscos à saúde.

 

Nem todas são iguais

As marcas de nascença podem ter cores diferentes, incluindo marrom, preto, azul claro, rosa, branco, vermelho ou roxo. Alguns sinais são apenas colorações na superfície da pele, enquanto outros estão elevados acima dessa superfície ou se estendem para tecidos inferiores a ela. A causa da maior parte desses sinais é desconhecida.

marca-de-nascenca-doutissima-istock-getty-images

Estudos dizem que a maioria das marcas de nascença não causa problemas para a criança. Foto: iStock, Getty Images

Sabe-se, porém, que eles não são herdados. Muitos contos populares e mitos existem sobre as causas dessas marcas, mas nenhum deles é comprovado cientificamente. Porém, um estudo publicado no The New England Journal of Medicine diz que uma única mudança aleatória de um gene após a concepção é capaz de resultar nesse tipo de marca.

 

Esses tipos de sinais na pele costumam ser classificados de acordo com sua composição. As marcas com acúmulo excessivo de melanina são chamadas de pigmentadas porque em grande parte têm tonalidades que vão do marrom ao preto. Por outro lado, há também aquelas que se apresentam mais claras que o restante da pele em razão da falta relativa de melanina.

 

Existem ainda os sinais de nascença compostos de vasos sanguíneos. Esses são chamados de vasculares e geralmente apresentam cor vermelha, azul ou roxa. Por fim, há também os sinais de nascença compostos de tecido linfático, mamário e epidérmico, que muitas vezes apresentam cores que vão desde amarela até a cor de carne. 

 

Complicações de uma marca de nascença

A grande maioria das marcas de nascença não causa problemas de saúde a longo prazo para a criança. Muitas delas, inclusive, eventualmente desaparecem. Especificamente, há uma marca conhecida como morango em razão de sua forma e coloração que precisa de uma atenção redobrada e cuidados médicos.

 

Quando essa marca morango aparece na pálpebra, ela é capaz de ocasionar problemas de desenvolvimento na visão da criança se não for tratada. Ela também pode interferir na respiração e na alimentação do recém-nascido, podendo ser fatal se não for tratada imediatamente.

 

São necessários cuidados também porque algumas marcas podem se transformar em feridas abertas e se tornar uma porta de entrada para infecções. Determinados tipos ainda são capazes de aumentar os riscos de câncer de pele. Caso sua marca de nascença sangre, dói, coce ou infecte, ligue e marque uma consulta com seu prestador de cuidados de saúde.

 

Por outro lado, ainda que inofensivas, essas marcas incomodam muitas pessoas em razão da estética que deixam. Nesses casos o médico pode recomendar um tratamento, mas é importante compreender que nem todas elas são passíveis disso.

 

Geralmente opta-se pela injeção de corticosteroides diretamente no sinal ou pela ingestão oral para evitar que ela cresça. A terapia com laser também tem sido bastante usada para aquelas que se localizam perto da superfície da pele. Caso essas abordagens não funcionem, o médico muitas vezes recomenda a cirurgia.

 

É importante consultar um médico para saber o melhor tratamento para o caso do seu bebê. As opções disponíveis dependem de vários fatores, incluindo a localização e a gravidade do sinal.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros