Beleza > Dica do Dermatologista

Feridas no couro cabeludo pode ser sinal de doenças

Por Redação Fortíssima 11/03/2016

Feridas no couro cabeludo? Pode ser um sinal de doenças como psoríase e dermatite, provocando sintomas como queda de cabelo, caspa e coceira. Quando esses problemas aparecem, é preciso ficar atento.

Eles afetam diretamente a saúde e o aspecto dos fios, exigindo tratamentos específicos. O primeiro passo é identificar as causas, que podem ser internas ou externas, para então fazer os procedimentos adequados e evitar consequências mais graves.  

Causas das feridas no couro cabeludo

O couro cabeludo é irrigado por vasos sanguíneos e serve como uma camada de proteção para o encéfalo. Os cabelos também têm a função de proteger a região contra mudanças de temperatura e trauma mecânico, além de minimizar os danos causados pela exposição solar (veja aqui como cuidar dos cabelos na praia e na piscina).

O surgimento de feridas no couro cabeludo pode ser sinal de alguma tricose, nome dado para as doenças que afetam exclusivamente essa região do corpo. Podem ser causadas por fatores internos ou externos, como má alimentação, consumo excessivo de alimentos processados e estresse.  

Entre as principais condições que causam o problema estão a fotoculite, micose, psoríase, dermatite seborreica, alergias ou ainda câncer de pele. A saúde do couro cabeludo é fundamental para manter os cabelos bonitos e fortes. Qualquer problema na região afeta diretamente a aparência dos fios, podendo provocar queda e deixá-los opacos e quebradiços.

feridas no couro cabeludo

Um dermatologista deve ser consultado ao identificar qualquer alteração na região. Foto: iStock, Getty Images

Como identificar e tratar cada problema

A fotoculite é uma das principais causas das feridas no couro cabeludo e se manifesta com lesões semelhantes a espinhas. A infecção ocorre devido a desequilíbrios da flora, por excesso de seborreia ou por baixa imunidade.

Já a micose consiste numa infecção fúngica que pode ser contraída de animais, pessoas ou do próprio ambiente. Deve ser tratada o quanto antes, pois pode trazer como consequência a perda permanente dos cabelos.

Uma complicação da caspa, a dermatite seborreica se manifesta por meio de lesões avermelhadas e coceira intensa, podendo causar feridas no couro cabeludo. É provocada por alterações hormonais, estresse e mudanças bruscas de temperatura.

A psoríase do couro cabeludo se manifesta com a formação de úlceras vermelhas e escamosas na região, que tendem a sangrar frequentemente. É uma doença do sistema imunitário, em que o crescimento das células da pele fica acelerado, resultando nas lesões.

Feridas no couro cabeludo que demoram para cicatrizar podem ser sinal de câncer de pele e precisam de tratamento urgentemente. Como a região fica bastante exposta aos raios solares, principalmente em quem tem calvície, é comum o acometimento pela doença.

Outra causa para as lesões é a reação alérgica a produtos como shampoos ou outros cosméticos. Devido a algumas substâncias, a região pode ficar irritada e sensível, favorecendo o surgimento de feridas.

Independente da causa ou gravidade da lesão, apenas uma consulta com um dermatologista pode identificar corretamente a origem do problema e indicar o melhor tratamento.

Mas alguns cuidados podem ajudar na prevenção de lesões em geral, como evitar químicas fortes com tinturas, alisamentos e calor excessivo; usar bonés ou chapéus quando ficar exposto ao sol; ter cuidado ao escovar os cabelos, evitando machucar a pele da cabeça; e escolher produtos que contribuam para a saúde do couro cabeludo.

E aí, o que achou? Deixe um comentário! E não esqueça de compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros