[the_ad_group id="16401"]
Beleza > Pele

Overwashing: Lavar o rosto em excesso pode aumentar oleosidade e causar dermatite

Por Francine Costanti 29/05/2019

A limpeza do rosto faz parte dos cuidados diários com a pele, mas muita pessoas acabam exagerando na higiene e lavam a pele mais vezes do que o recomendado. Sim: o chamado “overwashing” já é um problema que vem preocupando dermatologistas. Com o excesso de lavagem, a pele fica ressecada e vulnerável a doenças.

De acordo com a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, lavar o rosto em excesso pode ser tão problemático quanto não lavar o rosto. “Nossa pele conta com um manto hidrolipídico, com água e óleo, que são responsáveis pela hidratação da pele e funcionam como uma primeira barreira de proteção. O ‘overwashing’ com produtos abrasivos pode interferir nesse ambiente cutâneo saudável e tem um papel significativo em condições como dermatite atópica, psoríase e acne”, explica.

acabar-com-os-furinhos-no-rosto

O excesso de limpeza pode provocar manchas avermelhadas e deixa a pele do rosto mais sensível. Foto: Shutterstock

Os perigos do “overwashing”

Ao retirar o manto de proteção natural da pele, a lavagem excessiva do rosto o deixa mais suscetível a ameaças externas como raios ultravioleta e poluição. Por consequência, a pele pode envelhecer precocemente e ficar ressecada em excesso pela retirada da camada natural de gordura na pele.

Em peles oleosas, essa retirada causa um efeito compensatório em que o organismo produz ainda mais oleosidade por conta dessa ‘agressão’. Assim, a pele pode ficar mais oleosa e com acne. Além disso, em peles mais sensíveis ou que tiveram contato com produtos químicos, isso pode desencadear uma dermatite.

Como saber se minha pele sofre com o “overwashing”?

Dra. Valéria afirma que o paciente geralmente sofre uma sensação de secura na pele, que fica sensível ou mostra sinais de sensibilidade com manchas avermelhadas e ressecadas. “Com esses sintomas é bem provável que você esteja lavando mais do que deveria – ou usando produtos abrasivos demais. Isso é muito comum em sabonetes para acne, por exemplo”, explica.

Como evitar o “overwashing”?

O ideal é lavar o rosto pelo menos uma vez por dia, de preferência à noite, para remover qualquer sujeira, maquiagem e óleo que se acumularam em sua pele ao longo do dia. Repetir a limpeza pela manhã, apesar de dividir opiniões entre os especialistas em cuidados com a pele, pode ser feito.

“No entanto, para quem tem pele seca, lavar três vezes ao dia é exagerado”, afirma. Dra. Valéria dá uma dica prática para saber se a limpeza matutina é realmente necessária: se a sua pele estiver seca ou escamosa pela manhã, troque a lavagem por um óleo purificador facial.

Para peles oleosas, mesmo que seja tentador limpá-las o tempo todo, o recomendado é até três lavagens diárias – contanto que a pessoa aplique um hidratante imediatamente depois para evitar o aumento da oleosidade por efeito rebote.

“Esse hidratante deve ser específico para pele oleosa, em produto oil-free e de preferência com ação antioleosidade. É importante entender que oleosidade e hidratação não são a mesma coisa: os níveis de óleo e umidade da pele são duas medidas diferentes. Assim, a pele oleosa também pode estar ressecada”, diz a dermatologista.

Skip-care: Como cuidar da pele com poucos produtos e em menos tempo

Nossa pele precisa, basicamente, de limpeza, hidratação e fotoproteção. Você pode adicionar os tônicos para complementar o processo de limpeza, mas é imprescindível hidratar a pele com substâncias que impeçam a perda de água transepidermal. Esse hidratante pode ser em creme para peles mais secas e em sérum ou gel para peles mais oleosas.

O que fazer se eu for um “overwasher”?

O dermatologista pode recomendar produtos com ação calmante e hidratante para restabelecer a função de barreira da pele. Dependendo do tipo de pele e do problema que aparecer, o dermatologista pode indicar o produto ideal, como anti-acne, pomada para dermatite, hidratante mais rico para peles mais secas etc.

Uma dica importante da médica para quem é um “overwasher” crônico e não consegue se livrar do hábito de lavar o rosto em excesso é mudar o sabonete para um óleo de limpeza. “Desde que sua pele seja mais seca, os óleos de limpeza são boas opções, pois não atrapalham nossas barreiras naturais de óleo”, diz.

Manchas no rosto? Saiba a cor ideal de corretivo para disfarçá-las

E lembre-se: tonifique e hidrate sua pele. “Peles secas devem fazer uso de loções, emulsões e cremes mais densos. Já quem tem a pele oleosa ou mista deve utilizar veículos não oleosos, de toque seco e mais fluidos como sprays e séruns específicos”.

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]