[the_ad_group id="16403"]
Esporte

Pilates Aéreo – A sensação do momento

Por Redação Doutíssima 11/11/2013

1235527_594164340620534_395491594_n

Muitos de vocês ja devem ter escutado sobre a atividade física chamada Pilates. Pilates é um treino físico que foi criado no final do século XX pelo alemão Joseph Pilates. Um treino de Pilates tem o objetivo de focar nos músculos posturais do tronco, sendo assim, ajudará o corpo a manter o equilíbrio. Outro ponto importante sobre o Pilates é a melhora da consciência da nossa respiração e o fortalecimento de todos os grupos musculares com foco na coluna, ajudando a prevenir e diminuir as dores de costas.

Hoje em dia existem várias modalidades de Pilates, como Pilates na bola, no solo, nos aparelhos… Mas a grande sensação do momento agora é o Pilates Aéreo, que está chegando aos poucos no Brasil, mas já está sendo sucesso garantido nas clinicas de fisioterapia.

Por isso hoje vou entrevistar minha amiga fisioterapeuta Dra. Fernanda Natulini Costa e ela vai falar mais um pouco sobre essa modalidade:

  • Qual é a maior diferença entre o Pilates Aéreo para as outras modalidades de Pilates?
    O Pilates aéreo foi desenvolvido pela espanhola Vanessa Romo. Essa nova modalidade surgiu da união de exercícios clássicos de Pilates e da Yoga. O Pilates aéreo segue os mesmos princípios do Pilates clássico porém os exercícios são realizados em tecidos suspensos chamados de Columpio (palavra espanhola que significa balanço). Desta forma usamos o próprio peso como resistência nos exercícios além de potencializar o uso constante do equilíbrio corporal.
  • Várias pessoas acham que o Pilates Aéreo tem o mesmo efeito que as aulas de circo ou de tecido. É verdade? Ou tem algum benefício a mais que as outras aulas não proporcionam? 
    Os benefícios são diferentes já que utilizamos os mesmos exercícios tradicionais do Pilates. Embora façamos uso de tecidos suspensos e alguns exercícios são realizados invertidos (de cabeça para baixo), e muitas vezes de uma forma “acrobática”, esta atividade tem uma finalidade terapêutica, diferentemente das aulas de performance circenses.
    Os benefícios oferecidos por essa técnica são: o aumento da resistência física; alinhamento e consciência corporais; melhora do equilíbrio; aumento da capacidade de concentração; alívio e prevenção de dores; descompressão da coluna vertebral e outras articulações; diminuição do estresse e melhora nos quadros de insônia; melhora da circulação sanguínea e linfática; ganho de força e flexibilidade.
  • Quem pode e quem não pode fazer essa modalidade? Quais são as indicações e as contra-indicações?
    Todos podem praticar, desde criança a idosos, claro que sempre respeitando os limites de cada um. Não existe contra-indicação em relação à idade, mas as posturas invertidas devem ser evitadas em pessoas com problemas cardíacos ou de pressão; descolamento de retina; crises de labirintite e gestantes.
  • Quem nunca experimentou nenhuma aula de Pilates antes, pode começar diretamente na modalidade Aéreo? Sim. Um iniciante não encontrará dificuldade em realizar o Pilates aéreo desde que seja bem acompanhado e orientado pelo seu instrutor.

Com o Pilates aéreo você já nota diferença em sua musculatura desde o primeiro dia de aula! E como a Dra. Fernanda citou acima, realizando os exercícios de forma correta, você conseguirá um efeito de eliminação de líquidos e a melhora da circulação sangüínea, resultando numa perda de volume significativa.

Não fique fora dessa, faça uma aula experimental e tenho certeza que sairá já notando diferença em seu corpo.

1471383_594164343953867_492020045_n 1469872_594164347287200_1239424591_n 1391482_594164320620536_1976728734_n 1451455_594164317287203_263170285_n

 

Ainda não leu?

4 Exercícios para engrossar pernas e coxas

Saiba como Fernanda Souza faz para manter a barriga sequinha e definida

Caminhar reduz risco de câncer de mama

Pilates Aéreo – A sensação do momento

Você conhece os aplicativos de dieta para celular?


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]