[the_ad_group id="16401"]
Primeiros Socorros

Como lidar com fraturas, entorses e luxações

Por Redação Doutíssima 11/03/2014

Fraturas

Um osso pode se quebrar quando recebe um forte golpe direto ou quando submetido a um estresse extremo. Ele pode se fraturar no local do impacto ou indiretamente, por meio de transmissão de força para o osso. As fraturas são classificadas como abertas (há uma ferida que revela fratura) ou fechadas (onde a pele fica intacta). As fraturas têm como sintomas a dor, a incapacidade para executar determinados movimentos, hematomas e, em alguns casos, deformidade da área fraturada. As fraturas expostas podem ser acompanhadas por sangramento intenso e, por vezes, um estado de choque: a vítima fica pálido e tonta, têm o pulso e a respiração acelerados e pode desmaiar.

fraturasA vítima deve ser transferida para o hospital com auxílio de socorro especializado para feridos. Em caso de fraturas abertas, é essencial prevenir de infecções e hemorragias. Deve-se cobrir a fratura com várias compressas de gaze estéreis, que são fixados com uma bandagem e o membro deve ser imobilizado. Se o ferido reclama de dor nas costas, pescoço, pelve ou quadril, ele deve ser deixado na posição que lhe é mais confortável.

Acima de tudo, em caso de fraturas a pessoa não deve mover-se. Deve-se deixar reto o eixo cabeça-pescoço-tronco, o ferido deve ser imobilizado com mantas em ambos os lados do tronco, na pélvis e no pescoço. Enquanto se espera o socorro chegar, cubra a vítima e controle a respiração e o pulso. Se a fractura acontece em um membro de extremidade, ele deve ser mobilizado na posição em que se encontra, assim como as as juntas superiores e inferiores, com a ajuda de uma faixa, ou um objecto rígido e alongado (uma tábua, por exemplo). Não dê comida ou bebida a um ferido, pois em caso de cirurgia ele deve estar em jejum.

 

Luxações

fraturasOcorre quando duas extremidades ósseas de uma articulação se desviam e perdem o contato entre elas. As articulações que mais frequentemente sofrem luxações são os membros superiores: ombro, cotovelo, dedos. Os sintomas incluem dor e deformidade da articulação afetada. Luxações pode ser acompanhado por fraturas.

Para tratar uma luxação, se você não tem experiência, não tente nunca colocar o membro deslocado de volta no lugar. Quando esta manobra é mal feita ou de forma abrupta, pode danificar os tecidos que circundam a articulação. É importante remover jóias ou qualquer outro objeto que possa causar compressão antes que ocorra o inchaço do membro. Para ajudar a imobilizar o local deslocado na sua posição usa-se uma tipoia: fixe o braço contra o peito (no caso de luxação no ombro ou no cotovelo), ou por meio de uma tala (no caso de luxação no dedo).

 

Entorse

Ela ocorre devido a uma distensão violenta dos ligamentos (tecidos em torno das articulações), que pode estar simplesmente distendido (entorse leve) ou rasgado (entorse grave).

fraturas

A entorse se manifesta por uma inflamação dolorosa da articulação, o que aumenta quando se tenta movê-lo. Em caso de entorse, deve-se instalar o ferido o mais confortavelmente possível e pedir ajuda. Se a entorse ocorreu recentemente, é aconselhável colocar uma compressa fria sobre o ferimento até que a dor desapareça.
Em seguida, a articulação deve ser imobilizada com uma bandagem elástica ou clássica.

Os tenistas são particularmente propensos a entorses. Para evitá-los, deve-se respeitar as regras de aquecimento antes do exercício e devem usar bandagens elásticas sobre as articulações.

 

 

Saiba mais:

 

UFC: Quais são as lesões mais comuns para os atletas de MMA

LCA – Lesão do Ligamento Cruzado Anterior

Saiba mais sobre a cifoplastia: indicada para fraturas da osteoporose

Entenda os riscos de uma fratura na coluna como no acidente de Ísis Valverde

Hipersensibilidade: sintomas, causas e tratamento

Cuidados com a transpiração do pés

Saiba tudo sobre Herpes: uma ferida que “nunca” se cura


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]