Amor e Sexo > Sexualidade

Você sabe praticar sexo oral seguro? Veja cuidados para se prevenir de DSTs

Por Redação Doutíssima 19/05/2014

Apesar de parecer um tema por demais esclarecido, o sexo oral seguro exige algumas precauções principalmente no quesito cuidados com a saúde. Talvez por gerar polêmica ou envolver mitos diversos, o tema não costuma ser discutido entre as pessoas.

Uma das dúvidas sobre o sexo oral seguro é se devemos utilizar a camisinha. Isso depende, sobretudo, da vontade dos parceiros. Uma das opções é usar camisinhas com sabor. Existe também a proteção do insulfilme, um tipo de plástico para o sexo oral feminino. Sexo oral seguro pode sim ser feito sem camisinha quando há confiança e informação entre os parceiros em relacionamentos de longa duração.

sexo oral seguro

Sexo oral aproxima a intimidade e paixão do casal qaundo presente na relação. Foto: Shutterstock

A confiança e desejo são fundamentais neste processo. É perceptível quando uma pessoa está fazendo sexo oral só com o intuito de agradar. Os parceiros têm que fazer porque gostam e não pela “obrigação” de agradar. O sexo oral aproxima a intimidade e a paixão do casal e, por este motivo, ele não deve ser abolido do relacionamento, lembrando que sexo não é só com penetração.

Como fazer sexo oral seguro

Para saber um pouco mais, preparamos algumas dicas e informações que podem ajudá-lo a manter uma relação de sexo oral seguro e de muito prazer. Em primeiro lugar, no caso de relações recentes, a adoção das barreiras ou de outras formas de impedir a troca de fluidos é o recomendável.

Fazer exames regularmente de sangue e de secreção vaginal é outra forma de tornar a vida sexual do casal mais confiante para a prática de sexo sem proteção. Isso pelo fato de algumas DSTs serem assintomáticas em mulheres.

Encontradas em farmácias, as luvas cirúrgicas cortadas são uma opção prática para a prevenção durante o ato sexual. Lembre-se de trocar de luva quando for fazer penetração vaginal após ter feito penetração anal.

A camisinha masculina cortada quando não lubrificada, também pode ser utilizada. Difíceis de encontrar, os quadrados de látex usados por dentistas geralmente são vendidos em sex shops ou casas de materiais cirúrgicos.

Além disso, cabe lembrar a importância da visita ao dentista periodicamente para manter uma higiene bucal em dia, evitando gengivites (inflamação da gengiva), periodontites, entre outras doenças regularmente.

Outras dicas

Quanto à penetração com os dedos para um sexo oral seguro você pode usar luvas cirúrgicas, ou as camisinhas feminina e masculina. Caso não consiga utilizar nenhum destes objetos para um sexo oral seguro, procure ao menos manter as mãos e dedos livres de cortes, unhas limpas e bem aparadas. Antes de fazer penetração, limpe as mãos com lenços antissépticos.

Cabe lembrar que para a prática de sexo oral seguro no pênis tem que ser feita com camisinha, já que isso evitará a transmissão do HIV e de outras infecções. Também lamber as gotas que saem antes da ejaculação ou se permitir que o parceiro ejacule em sua (e engolir o esperma) são consideradas práticas arriscadas para casais recentes.

Quanto ao sexo oral no ânus (chamado cunete), apesar de trazer menos riscos quanto ao HIV, pode ser um meio de entrada de doenças do tipo sífilis, hepatite, dentre outras. Por isso, a prevenção é sempre a melhor escolha.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Camisinha que vibra – conheça a novidade que vai balançar o seu relacionamento

Camisinhas diferentes podem ser uma boa opção para sair da rotina com o seu parceiro. Aproveite essas dicas!

Bill gates investe na camisinha do futuro

Qual o momento certo de parar de usar a camisinha com o seu parceiro(a)?

Conheça os tipos de camisinha que dão mais prazer

Etiqueta do sexo: como fazer sexo oral sem tabu

Saiba tudo sobre a AIDS: causas, sintomas e tratamento


Sites parceiros