Guia do Sexo Anal

Sexo anal engravida e transmite doenças? Saiba que proteções tomar

Por Redação Doutíssima 03/11/2014

Toda vez que você tem uma relação sexual, é necessário se proteger das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e da gravidez não planejada. Mas será que esses cuidados devem ser tomados em qualquer tipo de prática sexual? Fazendo uma pergunta mais específica: o sexo anal engravida e transmite doenças?

No caso das DSTs, a resposta é muito simples. A penetração anal pode, sim, transmitir doenças sexualmente transmissíveis, assim como o sexo vaginal ou oral. Na realidade, você tem ainda mais chances de contrair uma enfermidade através do sexo anal.

 

Quanto à dúvida se o sexo anal engravida ou não, você pode estar pensando “mas que pergunta idiota”. Mesmo que não seja possível que uma mulher engravide após o homem ejacular em seu ânus, existe uma pequena possibilidade de o sexo anal resultar em uma gravidez. Siga a leitura e confira em que tipo de caso isso pode acontecer e como você deve se proteger.

sexo anal engravida

Descubra quais são os principais riscos do sexo anal. Foto: iStock, Getty Images

Sexo anal engravida?

Sexo anal engravida somente em casos muito improváveis. Como ressaltado antes, o ânus não está ligado com o trato reprodutor feminino. A abertura anal conduz ao reto – área de armazenamento de fezes antes da defecação – que é um segmento do intestino grosso.

O intestino grosso é um órgão que é parte do trato gastrointestinal exclusivo e totalmente fechado, que tem início na boca de uma pessoa e termina na abertura anal.

Por isso, não está diretamente relacionado com o aparelho reprodutor e o esperma, ao entrar no ânus, não pode alcançar o óvulo no trato reprodutivo, da mesma forma que, quando engolido pela mulher, também não causa gravidez.

Mas como, então, há chance da mulher engravidar após a prática do sexo anal? Se durante o sexo sem proteção o sêmen ejaculado ficar perto da abertura da vagina, como por gotejamento a partir do ânus durante o sexo anal, existe a possibilidade.

As chances não são elevadas, já que o esperma teria que permanecer vivo após pingar para fora do ânus e até o caminho para dentro da cavidade vaginal – mas a possibilidade ainda existe. Ou seja, é raro, mas em alguns casos o sexo anal engravida.

Sexo anal e DSTs

Se no caso da gravidez a probabilidade é pequena, no caso das doenças a chance de transmissão é grande caso o homem não use camisinha. O ânus não possui a lubrificação natural que a vagina tem e, por isso, durante a penetração, é possível rasgar o tecido dentro do reto, permitindo que bactérias e vírus consigam entrar na corrente sanguínea. Isso pode resultar na propagação de doenças sexualmente transmissíveis, incluindo o HIV.

Estudos sugerem que a exposição ao HIV durante o sexo anal é 30 vezes maior para o parceiro passivo do que a vaginal. Além disso, os tipos de células que revestem o ânus tornam este ambiente ideal para as infecções bacterianas, como gonorreia e clamídia.

Enquanto o sexo anal desprotegido é muito mais arriscado para o parceiro passivo, o parceiro ativo não é isento de riscos. Ambos são suscetíveis a pegar herpes, sífilis e HPV, mesmo com o uso do preservativo – porque feridas e verrugas podem residir dentro e fora do ânus. No caso do herpes, a transmissão pode ocorrer mesmo na ausência de quaisquer lesões genitais.

Como se proteger

Agora que você descobriu que o sexo anal engravida em raras situações e transmite doenças em casos bem mais prováveis, aprenda a se proteger. A primeira coisa a fazer é usar um preservativo, em todas as relações sexuais.

Outro ponto importante sobre o uso do preservativo no sexo anal é que é preciso substitui-lo imediatamente depois da penetração no ânus, principalmente se esta for sucedida por uma penetração vaginal. Além disso, é recomendável o uso de bastante lubrificante, para evitar possíveis rupturas no tecido do ânus, o que poderia causar infecções.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros