Guia do Sexo Anal

Sexo anal dói? Saiba como praticá-lo sem sentir dor

Por Redação Doutíssima 01/11/2014

Quando se trata de novas possibilidades na cama, o sexo através do ânus é uma modalidade que muitas pessoas já descartam logo de cara, por julgarem estranho, desconfortável ou pensarem que o sexo anal dói. É possível que essas pessoas estejam perdendo uma prática muito prazerosa, já que o ânus é uma área muito sensível e, portanto, ótima fonte de prazer.

sexo anal dói

Sexo anal só provoca dor se feito de maneira apressada. Foto: iStock, Getty Images

É necessário esquecer de todas as inibições e começar a explorar as alegrias dessa relação. Como o ânus não foi feito para a penetração, você deve explorá-lo com atenção, a fim de descobrir todos os estímulos anais que você considera agradáveis. A melhor maneira de fazer isso é com a masturbação anal.

Conhecer o corpo e as limitações é essencial para acabar com o mito de que o sexo anal dói. Na realidade, até mesmo o sexo vaginal pode doer. Isso vai depender sempre da maneira que a transa acontece. Se você quer saber como praticá-lo de maneira indolor e prazerosa, siga a leitura e confira as nossas dicas.

Conheça a seu corpo

Antes ter relações sexuais anais, é importante familiarizar-se com a masturbação anal. Leva algum tempo para encontrar a estimulação adequada e, por isso, é fundamental explorar a região frequentemente.

Outro ponto importante para ter sexo anal sem dor é que você precisa realmente querer fazer. Não adianta encarar o prazer anal como uma obrigação para agradar o parceiro – isso é a receita para uma experiência traumática e dolorosa. Comece explorando a região e, com o tempo, vai se sentir confortável para a penetração.

Sexo anal dói se não tiver lubrificação

Qualquer forma de estimulação anal precisa de um lubrificante adequado, já que o ânus não produz qualquer tipo de lubrificação natural. O sexo anal dói quando o casal não respeitar essa premissa básica. O lubrificante é importante para evitar que as paredes do ânus sejam submetidas a uma fricção excessiva, o que poderia levar a lesões muito desagradáveis.

Se você tiver nojo de tocar o seu ânus, pode se masturbar usando uma luva de látex embebida de lubrificante. Isso ajuda a manter a higiene e evitar qualquer tipo de ferimento, principalmente causados pelas unhas. Um preservativo é também essencial para um sexo anal seguro.

Sexo anal dói se houver pressa

A pressa é outro ingrediente para o fracasso quando se trata deste assunto. É justamente pela falta de paciência que muitas pessoas acham que sexo anal dói. A dica, aqui, é não se apressar, usar um bom lubrificante e se concentrar na região ao redor do ânus.

Tente tocar tudo em movimentos circulares e descobrir o que você mais gosta. Pela possibilidade de conhecer melhor os pontos sensíveis que é aconselhada a estimulação do ânus com os dedos no início. Não se esqueça de respirar profundamente e de forma consciente durante a prática.

Se alguns toques não forem agradáveis, em seguida, tentar tocar-se em outro lugar. Mantenha os estímulos o tempo que for preciso, para que você possa se sentir confortável com o seu corpo. O estímulo e penetração do ânus sempre será muito melhor quando feito em um momento de total relaxamento e excitação.

Quando chegar a hora, o sexo deve ser feito devagar e com cuidado, e a penetração deve parar em qualquer sinal de desconforto. Conhecendo bem o seu corpo e com muita calma, é possível acabar com esse mito de que o sexo anal dói.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros