Sexualidade

3 dicas para você apostar na dança sensual e surpreender seu parceiro

Por Redação Doutíssima 07/11/2014

A cumplicidade e intimidade fazem bem e são necessárias em qualquer relação. Mas quando fica tudo muito monótono e previsível, a relação não demora a esfriar. Esperar o gato de camisetão e pantufas pode ser muito confortável e até divertido – mas todos os dias não dá!

Além disto, pare de querer que apenas seu parceiro a surpreenda e parta para o ataque. Aprenda como fazer uma dança sensual e deixe-o de queixo caído. Sucesso garantido!

danca-sensual

Esquente o clima com danças que vão deixá-lo louquinho por você. Foto: iStock, Getty Images

Dança sensual ajuda a apimentar a relação

O ato de movimentar o corpo para dançar já tem naturalmente a sua sensualidade. Quando se tem segundas intenções, então, não vai ter erro. Se você é criativa, autodidata e já tem um certo molejo, pode tentar montar a sua própria dança.

Para quem está insegura em tentar se aventurar sozinha para criar seus passos, existem várias escolas que podem lhe ajudar. É só escolher a dança sensual que tem mais a ver com você.

Tipos de dança sensual

– Pole dance

Esta dança sensual é consagrada e está no imaginário, tanto masculino como feminino, como símbolo de uma dança super sexy. Afinal, quem não lembra da atriz Demi Moore dançando no filme Striptease? E quem não viu, é lição de casa para já ir se empolgando.

Outra boa dica, mais atual, é o clipe da cantora Shakira, “Rabiosa”, onde ela arrasa nesta dança!

O pole dance se dá em torno de um poste e utiliza passos de dança moderna, balé e ginástica. É uma dança que exige mais empenho e treino, além do poste.

O legal é que o treino das aulas vai deixar você mais solta para inventar uma dança que possa fazer em casa. Você ainda pode caprichar na surpresa e levar o gato a um motel que tenha a barra de pole dance.

– Dança do ventre

Sempre foi considerada uma dança sensual pelos movimentos sinuosos e precisos executados pelo quadril – afinal, é dança do ventre. A prática desta dança no Brasil é associada a diversos benefícios, que vão além do físico como fortalecimento muscular, flexibilidade e melhora da postura.

A dança é famosa por favorecer aspectos psicológicos como melhora da autoestima, valorização do feminino, entre outros. Então, nada melhor que aprender a dançar e ainda ficar toda autoconfiante.

Existem muitas escolas especializadas nessa dança sensual, com aulas bem bacanas. Se está sem tempo, procure uns vídeos na internet e vá praticando. Lembra da famosa dança dos sete véus? Você pode aprender e deixar seu parceiro louco!

A dança mistura os movimentos da dança do ventre com um striptease. A bailarina está apenas vestida com sete véus e a cada um que retira, vai ficando com menos roupa… Use sua criatividade!

Invente sua dança sensual

A sensualidade está presente em toda mulher: em algumas está mais aflorada, enquanto em outras precisa ser despertada. Esse “acordar” tem que ser no ritmo de cada uma, nada forçado. Por esse motivo, ou por quererem algo bem personalizado, algumas mulheres preferem criar uma cena única e exclusiva para surpreenderem seus amados.

Escolha uma música com ritmo sensual que você goste e se sinta confortável. As melodias mais sinuosas e lentas são as melhores e mais excitantes. Capriche na lingerie. Se puder e estiver habituada, um salto alto faz toda a diferença. Velas, incensos e aromatizadores podem compor o ambiente.

 

 


Sites parceiros