Sexualidade

Fazer sexo por interesse pode causar culpa e remorso

Por Redação Doutíssima 05/12/2014

O sexo é uma coisa extremamente natural e saudável para todas as pessoas. Ele dá prazer, alivia o estresse e aumenta a sensação de bem estar. Muitas pessoas, porém, acabam, em determinadas ocasiões, fazendo sexo por interesse. Ou seja, relacionam-se com alguém não por ser uma atividade prazerosa, mas sim visando alguma vantagem adiante.

Pense bem antes de fazer sexo por interesse

A recomendação é que, antes de fazer isso, você pense bem, se é correto, se é moral e se é realmente a sua vontade. Leve em conta que, apesar de ser a oportunidade de você alcançar o que deseja, o sexo por interesse pode, mais adiante, causar um forte e insuportável sentimento de culpa e remorso. Afinal, ao desfrutar da situação almejada, você inevitavelmente vai se lembrar de como a alcançou.

sexo-por-interesse

Pense bem antes de ter uma relação sexual que não visa o prazer. Foto: iStock, Getty Images

Mas você sabe bem quais são essas situações e como agir? Veja abaixo.

Situações mais comuns de sexo por interesse

Carreira

Talvez o cenário mais comum de sexo por interesse seja o profissional. Quem nunca ouviu a famosa expressão “teste do sofá”? É quando uma pessoa consegue determinada vaga apenas porque dormiu com o responsável pelo setor, que decide quem leva a oportunidade de emprego.

O que você precisa saber é que esse tipo de decisão nunca vai valer a pena. Você pode até chegar onde queria profissionalmente, mas o fato de você ter feito sexo com determinada pessoa não vai sustentá-la no cargo ou fazer você se tornar uma profissional de sucesso.

Também há quem durma com o chefe para conseguir aquela tão disputada promoção. Nesses casos, considere a possibilidade de outras pessoas da sua empresa descobrirem isso. O que vão pensar de você? Vai aguentar o climão?

Dinheiro

É muito comum, ainda que homens e mulheres façam sexo por interesse visando o dinheiro da outra pessoa. Aquele relacionamento entre um jovem e uma pessoa muito mais velha, que assistimos tantas vezes em novelas, é muito mais comum que podemos imaginar.

Pense bem: vale a pena você dedicar uma parte da sua vida a um relacionamento com uma pessoa de quem você não gosta? Por mais que seja tentador ter uma vida confortável e receber presentes e outros mimos caros, a sua liberdade vale mais.

Fama

Há uma categoria de mulheres conhecidas como “Maria Chuteira”. São aquelas que fazem de tudo para conquistar um jogador de futebol, apenas pela fama e dinheiro que eles têm. Muitas até engravidam, propositalmente, para ganhar uma pensão alimentícia bem gorda para o resto da vida.

Mas além dos jogadores de futebol, há quem faça sexo por interesse com todo o tipo de famoso, independentemente se ele desperta, de fato, uma atração sexual. O mais recomendado é pensar o que você tem a ganhar transando com alguém apenas para contar a todo mundo, e não para ter prazer.

Traição

Por fim, há pessoas, tanto homens quanto mulheres, que “usam” algum conhecido para se vingar. Isso acontece quando é descoberta a traição do marido ou mulher. O pensamento é “bom, já que ele me traiu, vou dar o troco e fazer o mesmo”. Mas pense bem: um erro não justifica o outro. Se você considera a traição inaceitável, simplesmente bote um fim no relacionamento.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros