[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral

Saiba o que pode significar dor na nuca

Por Redação Doutíssima 15/01/2015

Quem nunca sentiu aquela dor na nuca algum dia? Claro que essa dor pode estar associada a um simples torcicolo, entretanto ela pode significar a presença de diversas doenças. Por isso, é importante ficar atento a esse sintoma, principalmente se for acompanhado de outros. A seguir, confira as principais causas das dores na nuca.

 

dor na nuca

De estresse a doenças graves, a dor deve ser investigada. Foto: iStock, Getty Images

Dor na nuca depois do trabalho

 

Quando aparece depois da jornada de trabalho, a dor na nuca pode indicar que você está tendo uma postura corporal incorreta durante o dia. Ficar por muito em frente ao computador ou com o telefone apoiado no ombro faz com que os músculos do pescoço sofram uma contratura (contração involuntária).

Depois, no final do dia, quando os músculos do pescoço tendem a relaxar, aparece a dor. Esse problema também é observado em crianças que costumam ver televisão agachadas.

Quando a dor na nuca é acompanhada de febre e dor de cabeça, pode indicar o caso de uma meningite viral, que é uma doença caracterizada pela infecção (provocada por vírus ou bactérias) nas membranas que protegem a medula espinhal, o encéfalo e demais áreas do sistema nervoso.

Tanto a variação mais branda da doença, como a mais agressiva, tendem a provocar febre, dores de cabeça e rigidez na nuca. Se essa dor vier acompanhada de dormência nas mãos, existe a possibilidade de que seja uma hérnia de disco. Ou seja, trata-se de ruptura na membrana de um disco da coluna vertebral.

Geralmente, a hérnia de disco está relacionada ao ato de carregar ou levantar objetos pesados de maneira incorreta, a lesões repentinas ou a repetição de pequenos traumatismos na coluna.

Se for acompanhada de uma rigidez na coluna, a dor na nuca pode indicar o surgimento de uma espondilite anquilosante, doença inflamatória que atinge a coluna vertebral. Essa doença é crônica e atinge principalmente os homens. Essa enfermidade pode incapacitar o indivíduo, caso não seja tratada.

Dor na nuca pode estar associada a hipertensão

 

E, quando a dor na nuca está associada em momentos em que o indivíduo está tenso, pode ser sinal de que seja portador de hipertensão arterial. Entre as diversas origens da hipertensão, está o próprio estresse.

Inclusive, o bruxismo pode explicar essa dor. No caso dessa síndrome, caracterizada pela ação de ranger ou morder os dentes de maneira involuntária enquanto dorme, o indivíduo pode sofrer um desgaste nos dentes e dores na face e cabeça, que irradiar para a região da nuca. Em muitos casos, o bruxismo aparece na infância e tende a desaparecer com o tempo.

Quando procurar ajuda?

 

É recomendada a uma consulta médica quando: a dor é incapacitante (quando ela é aguda e impede a realização de tarefas comuns), persistir por mais de 48 horas seguidas ou ser acompanhada de vômitos ou febre acima de 38ºC.

Nesses casos, um clínico geral poderá exigir exames e indicar o tratamento mais adequado para o caso. Finalmente, vale ressaltar que aqui nessa matéria estão algumas possibilidades para a dor na nuca, mas nada substitui o prognóstico médico.

Em caso de dúvidas, não hesite em procurar seu médico. O quanto antes a complicação for identificada, mais eficaz será seu tratamento.

 

 


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]