Perder peso dançando, não tem coisa melhor, não é mesmo? Se a dança for o samba de gafieira, melhor ainda. A perda calórica deste ritmo pode chegar a 600 calorias em apenas uma hora – uma hora de natação elimina metade disso. 

 

samba de gafieira
Dançar ajuda a melhorar a autoestima, a saúde e a convivência com os outros. Foto: iStock, Getty Images

 

Por que o samba de gafieira emagrece

 

O samba de gafieira, assim como qualquer outro ritmo dançante, coloca o corpo em aceleração e ajuda a melhorar as funções vitais do organismo, como a digestão, a respiração e a circulação.  A consequência desse estímulo todo é a queima de calorias e um corpo mais magro e saudável.

 

Durante as aulas dançantes, com um passo para frente, dois para trás, requebra de um lado, requebra do outro, as pernas são os músculos mais trabalhados.

O abdômen também tem destaque importante no sacolejo, o que é ótimo para ajudar a definir a barriga sem precisar fazer séries de abdominais – o desejo de muitas mulheres.

O mais legal de emagrecer praticando aulas de samba de gafieira é que a pessoa se diverte e dá muitas risadas em grupo. Como nos encontros sempre há muitas pessoas, é bom para fazer amigos e se divertir. É um ótimo exercício para aliviar o estresse a tensão do dia dia.

 

Samba de gafieira eleva a autoestima

 

Quando uma pessoa pratica dança, o corpo começa a ganhar novas formas, as pernas e os braços ficam torneados, o bumbum arrebitado. Automaticamente, o humor melhora, assim como os relacionamentos, seja com a família, amigos ou paqueras.

Isso tudo mexe com a autoestima da pessoa, que fica mais alta. O  samba é uma dança que consegue proporcionar tudo isso aos praticantes, além de aumentar o ciclo de amigos e proporcionar novas vivencias às pessoas.

 

A dança ajuda a melhorar a saúde

 

Além de ser uma excelente maneira de aliviar o estresse, aulas de samba de gafieira também ajudam a melhorar a saúde dos praticantes. Quando a pessoa dança e queima calorias, ela também está praticando uma atividade física.

Isso é ótimo, pois é possível controlar os níveis de gordura do organismo, ou seja, incentiva que o colesterol bom seja produzido. A glicose também fica mais controlada, a ansiedade diminui e sono fica melhor.  Dançar é como se fosse um pacote de surpresas boas, vale a pena praticar.

 

Dançar faz bem para o cérebro

 

Não apenas o samba de gafieira, mas as danças de um modo geral, fazem muito bem para o cérebro. Quando se aprende um novo ritmo, este órgão, que precisa sempre de estímulos para se manter jovem, começa a trabalhar pontos importantes.

Entre eles, a coordenação motora, a concentração, equilíbrio e memória. Aprender passos novos, nunca antes praticados, é uma excelente maneira de fazer o cérebro funcionar.

 

Com tantas atividades novas, hormônios, como adrenalina, noradrenalina e dopamina, são liberados, proporcionando aquela sensação de prazer e felicidade.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


DEIXE UMA RESPOSTA