Em alta nas redes sociais, o treino HIIT vem com uma promessa tentadora: queimar gorduras. Quando o objetivo é a perda de peso, o sonho de muitas pessoas é que tudo isso ocorra o mais rápido possível. É, de certa forma, natural do ser humano desejar resultados imediatos. Essa possibilidade, com o HITT, pode ser mais próxima do que muitos pensam.

Conversamos com a professora de Educação Física e personal trainer Renata de Oliveira Alves para entender melhor o que é e como funciona o treino High-Intensity Intermittent Training ou treinamento intervalado de alta intensidade.

treino hiit
Estilo de treino mais intenso pode ser eficiente para a perda de gordura corporal. Foto: iStock, Getty Images

O treino HIIT é um treinamento rápido e mais eficiente, uma alternativa para pessoas que não têm tempo de sobra para treinar. Trata-se de um treino que mistura força com resistência. “Então é um treinamento aeróbico misturado com atividades de fortalecimento”, completa Renata.

Assim, o indivíduo vai ter um agachamento, uma flexão de braço, mas ao mesmo tempo, não tem intervalo, então vai manter sua frequência mais elevada, com isso trabalha de uma forma bem mais rápida. “A grande diferença dos treinos convencionais é o tempo de treino”, afirma Renata, que atua na Fórmula Academia Unidade Osasco (SP).

Foco do treino HIIT

O foco principal do treino HIIT é a perda de peso e o fortalecimento muscular, segundo Renata. Esse treino também ajuda na melhora do sistema cardiovascular, pois aumenta o ganho de oxigênio de forma mais ágil do que os exercícios aeróbicos que possuem uma baixa intensidade.

Uma das grandes vantagens do treino HIIT é que ele pode ser feito em qualquer lugar. Não há necessidade de usar nenhum tipo de aparelho, ou seja, é possível aproveitar o ar livre, em um parque, quadra ou praça, por exemplo. O treino funciona com o peso do próprio corpo. O que vai variar, segundo Renata, é a intensidade.

No máximo, vai ser necessário um colchonete para não ficar em contato com o chão, que é duro, por muito tempo. Existe um treino HIIT que é feito na esteira, que é mais intervalado. “Primeiro, você dá um print maior, depois você faz um período de recuperação, mas quase sempre o HIIT é feito somente com o seu corpo, mais nada”, comenta.

Apesar de poder ser feito em qualquer lugar, a vantagem em realizar esse treino em uma academia é que é sempre possível contar com o acompanhamento de um profissional. “Caso você faça fora da academia, é sempre bom estar junto de um profissional de educação física”, orienta a professora.

 

Quem pode fazer o treino HIIT

Qualquer pessoa pode fazer esse treino, de acordo com a professora de Educação Física, desde que tenha um profissional acompanhando todos os movimentos.

Dessa forma, ele vai sinalizar cuidados e possíveis restrições. “Se o aluno tiver uma lesão na coluna ou na lombar, o professor vai saber adaptar o treino para ele”, afirma.

 

É o educador físico que vai saber quando o corpo do aluno está ultrapassando o seu limite. “Sempre sabemos qual é o nosso limite, mas o profissional tem uma visão e uma experiência que facilita a vida do aluno. Fazer sozinho é um grande risco, pois caso você force alguma região do corpo que já está fragilizada, o risco de acontecer uma lesão é maior”, avisa.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA