[the_ad_group id="16401"]
Exercícios > Slider Home

Consciência corporal ajuda a manter o bem-estar

Por Redação Doutíssima 16/06/2015

Prestar atenção aos próprios movimentos, conhecer o corpo e a relação com o espaço que ocupa por meio de articulações e músculos. Isso é ter consciência corporal. E por que ela é tão importante para a existência humana? Acredita-se que muitos problemas físicos e até emocionais são causados por bloqueios da percepção corporal.

 

E essa percepção do próprio corpo é prejudicada diariamente por atos que a maioria das pessoas não percebe, como a má postura. As questões emocionais ligadas à consciência corporal se manifestam, por exemplo, em uma pessoa reprimida por tabus ou com baixa autoestima. E isso tem reações diretas no corpo.

consciencia corporal

Prática de exercícios é importante para manter o bem-estar físico e emocional. Foto: iStock, Getty Images

 

Consciência corporal e comunicação interna

São os cinco sentidos que nos colocam em contato com mundo. Por meio da visão, da audição, do olfato, do paladar e do tato, somos capazes de receber estímulos e  processá-los no cérebro. Não é diferente quando o assunto é a comunicação interna. Da mesma forma, recebemos estímulos por meio de terminações nervosas nos músculos, articulações e órgãos.

O corpo envia sinais de alerta quando algo nesse processo todo está errado. A consciência sobre o próprio corpo é a capacidade de identificar ou prevenir esses problemas.

A prática de exercícios físicos é um excelente caminho para a descoberta da consciência corporal, entre outros inúmeros beneficios. Quem pratica atividade física tem uma interação maior com seu próprio corpo, conhece-o melhor, consequentemente. E, também, uma outra ótima consequência é a postura, que começa a ser corrigida com os exercícios.

De acordo com um estudo realizado em 2009 na Universidade Federal do Pará (Ufpa), um bom exemplo de exercício é a dança. Esse tipo de atividade ajuda a criar uma consciência, muitas vezes exigente, sobre a relação do corpo com o ambiente em volta. Isso faz o indivíduo perceber três aspectos importantes: tamanho, ritmo e movimento.

Além disso, a maioria das pessoas passa a maior parte do dia sentada e estar nessa posição de forma errada traz muitas complicações. Uma boa dica, que vai ajudar no processo de consciência corporal, é apoiar sempre os pés no chão e manter o joelho em ângulos de 90 graus, da mesma forma o quadril.

O papel da alimentação na consciência corporal

E não se pode falar em consciência corporal sem mencionar a alimentação. Os alimentos que ingerimos também têm relação direta com a percepção do nosso corpo. Alimentos ricos em gordura retardam o nosso metabolismo e prejudicam o funcionamento do sistema de digestão.

As pessoas que conhecem seu corpo têm noção do funcionamento dele e sabem dos limites e do que interfere no seu bem-estar.

Assim, é importante despertar nas pessoas um olhar crítico e investigativo acerca do seu corpo. É importante buscar ajuda e orientação com educadores físicos ou outros profissionais da saúde para que se aprenda a prevenir problemas ósseos e musculares e de lesões.Tudo isso é possível a partir da descoberta do próprio corpo.

Por isso voltamos à questão da prática de atividades físicas. Seja a dança ou a ginástica, qualquer tipo de ação do corpo é importante, pois elas promovem a análise do movimento, que visa a explorar a harmonia espacial e a reestruturação do corpo. Os resultados são conforto corporal, aumento da capacidade de circulação, respiração, além do domínio do movimento.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]