[the_ad_group id="16401"]
Guia da Corrida

Confira 5 dicas para correr na chuva com segurança

Por Redação Doutíssima 23/06/2015

A corrida é um dos mais eficazes exercícios que existem, já que promove inúmeros benefícios à saúde, desde a perda de peso ao condicionamento físico. Há corredores que gostam tanto da prática que correm quase todos os dias, não importa se faz chuva ou sol. Isso mesmo, tem gente que ama o suficiente para não se importar em correr na chuva.

Correr na chuva e o menor rendimento

Toda atividade física exige cuidados e não é diferente com a corrida na rua em dias que o sol resolveu se esconder e tudo o que você vai encontrar é chuva. Se você faz parte desse time que não abre mão da corrida, independente das condições do tempo, entenda que seu rendimento vai ser menor nessa situação.

correr na chuva

O uso de roupas leves é importante ao praticar exercícios em dias chuvosos. Foto: iStock, Getty Images

O rendimento vai diminuir porque é preciso ter cuidado com as condições do solo em que se corre – por estar úmido, oferecer riscos de queda, entre outros problemas. Assim, o corredor vai ter de diminuir o ritmo e a intensidade da corrida.

“Às vezes, para fugir da chuva que vem direto no rosto, o atleta abaixa a cabeça inclinando automaticamente o seu tronco para frente, isso também atrapalha muito o rendimento, pois uma hora essa postura começa a causar dores na coluna”, explica o personal trainer Leandro Conte, professor da Fórmula Academia Unidade São Caetano do Sul (SP).

 

Para Conte, os cuidados ao correr na rua são importantes para evitar quedas e torções. Casa a chuva esteja muito forte, a visão do atleta será prejudicada, isso também torna a corrida perigosa, além dos raios e trovões.

“A dica é esperar a chuva diminuir para seguir o treino. Muita gente é acostumada em correr nos parques, onde a incidência de raios é maior, tem que tomar cuidado”, alerta o educador físico.

Acessórios para correr na chuva

Para correr na chuva, é preciso escolher acessórios mais adequados. Conte sugere o uso de boné ou viseira para proteger os olhos da água e roupas leves, já que usar roupas muito pesadas vai atrapalhar muito o rendimento quando o pano estiver encharcado.

“Não conheço nenhum tênis especial para chuva, o ideal é sempre secar bem para que ele tenha um bom tempo de vida”, afirma.

 

O educador físico ainda aponta a necessidade de redobrar os cuidados com a prevenção aos problemas de saúde. Para começar, é preciso manter sempre uma alimentação adequada e roupas apropriadas.

Além disso, o pós-treino é muito importante para se recuperar. Após se exercitar na chuva, o atleta precisa tomar um banho em uma temperatura mais elevada, colocar uma roupa mais grossa e escolher alimentos ricos em proteínas, nutrientes e vitaminas.

Ao chegar em casa depois de correr na chuva, jamais deixe de tirar a roupa molhada imediatamente, pois o contato com o tecido gelado deixa o corpo ainda mais frio, aumentando o risco de contrair um resfriado.

Para reforçar os cuidados necessários ao correr na chuva, confira cinco dicas úteis para manter o bem-estar do seu corpo.

1. Solo

Atenção às condições do solo, que pode estar úmido por causa da chuva.

2. Postura

Cuidado ao abaixar demais a cabeça para se proteger da chuva, isso pode causar problemas decorrentes da má postura, como dores na coluna.

3. Visão

Use viseiras ou bonés para proteger a visão da água.

4. Roupas

Use roupas leves que não ficarão pesadas depois de serem encharcadas pela água da chuva.

5. Após a corrida

Tire a roupa molhada imediatamente após o final da corrida.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]