[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Síndrome de Sjögren afeta as glândulas lacrimais e salivares

Por Redação Doutíssima 23/06/2015

Doença autoimune, a Síndrome de Sjögren ataca as glândulas salivares e lacrimais causando inflamações e disfunções nos pequenos órgãos. O sintoma mais perceptível é a secura, tanto na boca quanto nos olhos, que pode causar bastante desconforto.

 

O que é a Síndrome de Sjögren

Mais comum em mulheres, a Síndrome de Sjögren ocorre por uma disfunção do sistema imunológico. Em vez de proteger o corpo de ameaças externas, o mecanismo de defesa do organismo começa a atacar a si mesmo. Nesse caso, o alvo são as glândulas que produzem a saliva e as lágrimas.

sindrome de sjogren

Disfunção do sistema imunológico afeta glândulas lacrimais e pode deixar o olho seco. Foto: Shutterstock

As causas são desconhecidas, mas o National Health Service (Serviço Nacional de Saúde), do Reino Unido, menciona que o surgimento da síndrome pode estar ligado a uma combinação de fatores genéticos, do ambiente e hormonais. O órgão ainda menciona que profissionais da saúde dividem a condição em duas categorias.

A Síndrome de Sjögren primária é quando a condição aparece sozinha, sem estar ligada ou resultar de nenhuma outra condição de saúde. É considerada secundária a versão que aparece combinada com outras condições autoimunes, como lúpus ou artrite reumatoide.

Sintomas e tratamento da Síndrome de Sjögren

Apesar de prejudicar majoritariamente as glândulas, a Síndrome de Sjögren tem outros sintomas que vão além dos já citados. A pele pode se tornar seca, são comuns as dores articulares, pode haver comprometimento pulmonar, surgimento de alergias frequentes e cálculos renais. Nas mulheres, a doença pode deixar a vagina seca com a falta da lubrificação natural.

A tenista americana Venus Williams descobriu em 2011 que é uma portadora da síndrome. Em uma coletiva de imprensa, em 2013, a esportista afirmou que vencer a doença é seu grande desafio, já que ela dificulta a execução da sua profissão como atleta.

 

O foco do tratamento da doença deve ser o desconforto bucal e nos olhos. Não existem medicamentos específicos para essa síndrome, então são utilizados remédios que tratam seus sintomas separadamente.

Em geral, são receitados remédios para manter olhos e boca lubrificados, outros que tratam dores musculares – e nas juntas quando houver –  e imunossupressores que diminuem o ataque do organismo às glândulas. Quando necessário, também são recomendados cremes e outros produtos para aliviar o desconforto da pele e vagina seca.

Dicas para os portadores da síndrome

A Sociedade de Reumatologia do Rio de Janeiro dá dicas para pessoas que são diagnosticadas com a Síndrome de Sjögren:

1. Lágrimas artificiais

síndrome de sjogren

Foto: iStock, Getty Images

Se você usa lágrimas artificiais mais de quatro vezes por dia, prefira as sem conservantes.

2. Pomadas

síndrome de sjogren

Foto: Shutterstock

Use pomada lubrificante ou vaselina oftálmica para dormir.

3. Máscara

síndrome de sjogren

Foto: Shutterstock

Se dormir em ambientes com ventilador ou ar condicionado, use uma máscara para proteger os olhos.

4. Boca

síndrome de sjogren 01

Foto: Shutterstock

Mantenha a boca úmida bebendo água constantemente.

5. Dentista

síndrome de sjogren

Foto: Shutterstock

Visite regularmente o dentista e faça a higiene bucal.

6. Vento e sol

síndrome de sjogren

Foto: Shutterstock

Evite a exposição em correntes de vento e ao sol.

7. Líquidos

síndrome de sjogren

Foto: Shutterstock

Evite bebidas com cafeína e alcoólicas que ressecam ainda mais a boca.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]