[the_ad_group id="16403"]
Dieta

Dieta sem gordura: saiba como funciona e quais os cuidados

Por Redação Doutíssima 05/07/2015

A cada dia um novo plano alimentar surge com a promessa de emagrecimento rápido e eficiente. A dieta sem gordura é um deles e segue uma lógica simples: retirar alimentos com gordura do cardápio e, assim, diminuir o número de calorias. O método realmente pode funcionar, mas nutricionistas indicam que talvez não seja a melhor forma de perder peso.

 

Como funciona a dieta sem gordura

Se você quer perder peso, precisa comer menos calorias por dia do que você queima com exercícios. Os alimentos ricos em gordura contêm grande quantidade de calorias e, por isso, retirá-los da dieta é uma maneira óbvia de perder peso. Muitos alimentos açucarados também contêm diversas calorias, mas a gordura tem cerca de duas vezes mais do que o açúcar.

dieta sem gordura

Encontrar o equilíbrio no consumo de gorduras é importante para manter o bem-estar. Foto: Shutterstock

Não se sabe ao certo como a dieta sem gordura surgiu, mas o fato é que ela se tornou bastante popular entre pessoas que buscam o corpo perfeito. Planos alimentares semelhantes, que indicam baixo consumo de alimentos que contenham gordura, muitas vezes são indicados para o tratamento de certas condições de saúde, como cálculos biliares e pedras na vesícula.

 

No cardápio da dieta sem gordura, são excluídos quaisquer tipos de alimentos que contenham gordura, independentemente de sua fonte. É necessário fazer muitas substituições e ficar de olho no teor de gordura dos rótulos dos alimentos.

Além disso, para fazer a dieta sem gordura também é preciso trocar o leite integral pelo leite desnatado.

 

Dieta sem gordura faz bem para a saúde?

Nem toda gordura é ruim. Apesar de serem ricas em calorias, elas são necessárias em nossa dieta e alguns tipos, inclusive, são realmente benéficos para a saúde humana.

 

Uma alimentação muito pobre em gorduras é capaz de interferir na absorção das substâncias lipossolúveis, vitaminas A, D, E e K. Esses nutrientes são solúveis em gordura, e seu corpo precisa dela para sua boa utilização.

Tais vitaminas são armazenadas principalmente no fígado e no tecido de gordura, e são importantes para funções corporais, como crescimento, imunidade, reparação celular e coagulação do sangue.

 

Além disso, dietas que têm baixo teor de ácidos graxos podem prejudicar a saúde mental. Tanto o ômega-3 como o ômega-6 possuem importante papel no humor e no comportamento das pessoas. Eles são os precursores para muitos hormônios e substâncias químicas produzidas no cérebro.

 

De acordo com um estudo publicado no Journal of Affective Disorders, a baixa ingestão de ácidos graxos essenciais está associada ao aparecimento de sintomas depressivos. As pessoas que são deficientes em ômega-3, por exemplo, podem sofrer de transtorno bipolar, esquizofrenia e transtornos alimentares.

 

Uma pesquisa publicada no Annals of Internal Medicine revelou ainda que pessoas que evitam carboidratos e comem mais gordura, mesmo na forma saturada, conseguem perder mais gordura corporal e apresentam menos riscos cardiovasculares do que pessoas que seguem dietas de baixo teor de gorduras.

 

Portanto, se você quiser fazer uma dieta sem gordura, é necessário encontrar o equilíbrio. Primeiro, é impossível restringir a zero o consumo de gorduras, até mesmo porque essa não é uma opção saudável.

Procure evitar gorduras trans ou saturadas. As melhores opções são as fontes naturais, como cereais, grãos e peixes de carne branca.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]