Clínica Geral

Puberdade: entenda as mudanças dessa fase e como encará-las

Por Redação Doutíssima 11/08/2015

A puberdade é um dos períodos mais intensos na trajetória de cada um e que delineia a maioria dos traços que acompanharão a vida adulta. É nesse período que ocorrem mudanças importantes no corpo e na mente de meninos e meninas. E, nesse turbilhão todo, o apoio de pais e familiares é essencial.

 

As mudanças corporais, hormonais e psicológicas que acontecem na puberdade preparam o corpo para a fase adulta e para a reprodução.

puberdade

A ajuda e apoio dos pais são essenciais para os filhos enfrentarem as mudanças hormonais. Foto: Shutterstock

“É caracterizada pelo aparecimento de caracteres sexuais, como a mama, nas meninas, e o aumento dos testículos nos meninos. É também nessa fase que surgem os pelos pubianos neles e nelas”, explica a médica endocrinopediatra Cristiane Kochi, que também é professora na Faculdade de Ciências Médicas de São Paulo.

Puberdade em diferentes períodos

As alterações ocorrem nos meninos, geralmente, entre os 10 e 13 anos, mas costumam demorar mais do que para as meninas. A puberdade marca a vida das meninas entre os 11 e os 14 anos.

De um modo geral, segundo Cristiane, o que mais caracteriza esse período é o aumento da produção  dos hormônios, conhecidos como esteroides sexuais, basicamente estrógeno na menina e testosterona no menino.

Ao analisar esse quadro de mudanças para eles e para elas e a forma como ele é encarado, a médica endocrinopediatra afirma que não há registros significativos entre os gêneros. De acordo com Cristiane, trata-se de uma questão muito peculiar. “Depende de vários fatores, como a idade cronológica em que isso ocorreu, fatores familiares, entre outros”, afirma.

E enquanto seus filhos passam por mudanças profundas e esse período da vida sinaliza com cada vez mais força sua presença, os pais também são atingidos por elas. Muitas dúvidas sobre como participar ou ajudar a enfrentar essa fase permeiam a vida de pais e familiares mais próximos.

Pais precisam estar informados sobre a puberdade

Segundo Cristiane, o mais importante é manter a tranquilidade e agir com muita paciência durante esse período, nenhum exercício diferente do que os pais devem ter passado até a chegada da puberdade.

Os pais devem estar atentos às informações sobre as alterações hormonais e às suas consequências. É preciso que estejam preparados para responder aos questionamentos dos seus filhos ou, se não souberem as respostas, sinalizarem os caminhos.

 

“A orientação sobre os cuidados com o corpo é fundamental, pois começam a apresentar suor e odor axilar, as meninas devem ser orientadas com relação à chegada da menstruação”, exemplifica a endocrinopediatra.

Cristiane salienta que é importante que os pais estejam atentos à idade em que começa essa fase da vida. Considera-se que antes dos oito anos nas meninas e dos nove nos meninos é precoce. Além disso, o tempo de evolução deve ser avaliado.

“Portanto, o acompanhamento médico deve ser feito de rotina. E evidentemente, também devemos ficar atentos com o ganho de peso e do crescimento nesse período, pois a puberdade é caracterizada também por rápido crescimento estatural, mas nas meninas, principalmente depois da primeira menstruação, pode haver um ganho de peso maior”, afirma Cristiane.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros