Dica do Nutricionista

Mirtilo: saiba como tirar proveito da fruta da longevidade

Por Redação Doutíssima 16/08/2015

O mirtilo faz jus ao apelido de fruta da longevidade. Esse simpático alimento é cheio de propriedades e oferece inúmeros benefícios à saúde, além de promover o bom funcionamento do organismo e ser saboroso.  

 

Rico em antioxidante, o fruto é eficaz no combate ao câncer e ao envelhecimento, pois ajuda a bloquear e neutralizar os radicais livres, responsáveis pela formação de células de câncer e pelo envelhecimento precoce. E é justamente por causa dos antioxidantes que o mirtilo é chamado de fruta da juventude.

Ele ainda previne doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro. É indicado para dietas de hipertensos, além de reduzir o colesterol, auxiliar o aparelho urinário prevenindo e tratando infecções.

mirtilo

Fruta de cor azulada é pouco calórica e é rica em nutrientes benéficos à saúde. Foto: iStock, Getty Images

E os benefícios não param por aí. A nutricionista Adriana Pittelkow ressalta que a fruta ajuda no bom funcionamento do aparelho digestório e pode ser usada no tratamento de diabetes.

“Além disso, o mirtilo é rico em vitaminas C, K, manganês, fibras alimentares e possui ainda outras vitaminas e minerais em pequenas, embora significativas, quantidades”, completa a nutricionista. Sem falar que é fonte de flavonoides que lhe dão a coloração azulada.

Mirtilo ajuda a perder peso

Essa frutinha ainda pode ser uma grade aliada na perda de peso. Versão brasileira do blueberry, que é semelhante à framboesa, tem a vantagem de possuir mais nutrientes especiais para a queima calórica de forma eficiente e rápida.

“Sua origem é americana, chegou ao Brasil há muito tempo e, desde então, vem complementando as refeições das mulheres que querem perder peso o mais rápido possível”, comenta Adriana.

A fruta é pouco calórica, 100 gramas fornecem apenas 57 calorias.  No entanto, possui nutrientes benéficos para saúde, como fibras solúveis dietética, minerais, vitaminas e pigmentos antioxidantes.  

Pode ser ingerida em sucos, saladas, ou em lanches da tarde. Não há contraindicações com o seu consumo, mas o recomendado é que seja  50 gramas por dia, quantidade suficiente para garantir os benefícios citados.

E se você quiser maximizar os benefícios antioxidantes da fruta, compre as orgânicas. Adriana ressalta que as frutas frescas são muito frágeis e devem ser lavadas com cuidado. “Lave-as  somente antes do uso, para não remover prematuramente a sua proteção natural, que reside na sua casca”, afirma a nutricionista.

A frutinha mantém a sua quantidade máxima de nutrientes e sabor quando está fresca, embora não haja prejuízos significativos no congelamento,  mas evite cozinhá-la. Seus nutrientes  incluindo vitaminas, antioxidantes e enzimas  sofrem danos quando expostos às altas temperaturas utilizadas no cozimento.

Versatilidade do mirtilo na culinária

Adriana chama a atenção para o fato de que, além de benefícios à saúde, essa fruta também é versátil na culinária.

“É um excelente acompanhamento para diversos pratos, mas especialmente pratos de caça e saladas. O mirtilo é muito apreciado em doces e sobremesas variadas, de que são exemplo, tartes, mousse, bolos, pudins, crepes, gelados, iogurtes, biscoitos, marmelada e compotas”, comenta.

O mirtilo também pode ser associado a outras frutas, como no preparo da vitamina sugerida por Adriana. Acompanhe:

Ingredientes:

– 2 bananas congeladas, descascadas e cortadas em pedaços grandes

– 1/2 xícara (80 g) de mirtilos congelados ou frescos

– 1 xícara (240 ml) de suco de laranja

– 1 colher (sopa) de mel (opcional)

– 1 colher (chá) de extrato de baunilha (opcional)

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até a mistura se tornar homogênea. Use mais ou menos líquido, dependendo da espessura que você preferir para a sua vitamina.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros