Originária da América Central e utilizada na culinária nativa e na medicina tradicional, a pimenta-caiena é muito mais que um simples tempero. Com sabor ardente, ela oferece uma série de benefícios para a saúde.

 

Além de alimento, essa pimenta é utilizada como princípio ativo para cremes e medicamentos que auxiliam em diversos tratamentos. Um dos usos mais comuns é o combate a dores crônicas, principalmente nas articulações.

pimenta-caiena
Além de fazer parte de preparos salgados e doces, pimenta com sabor ardente tem uso medicinal. Foto: iStock, Getty Images

Inclua a pimenta-caiena na alimentação

Segundo a nutricionista Adriane Fanaro, a pimenta-caiena ajuda muito na circulação do sangue pelos vasos sanguíneos, sendo ideal para pessoas que sofrem com problemas circulatórios. Além disso, ela é capaz de estimular e acelerar o metabolismo.

A especialista ainda lembra que esse tipo de pimenta melhora a concentração do HDL, o colesterol bom. Consumir esse alimento diminui as chances de desenvolver problemas cardíacos.

Capsaicina é o nome do nutriente que dá a ardência para a pimenta-caiena e outras. Mas além disso, esse frutinho contém vitaminas C, B6 e E, potássio, manganês e flavonoides, que conferem poderosas propriedades antioxidantes para quem o ingere.

O uso mais simples dessa pimenta é na alimentação. Ela pode ser adicionada a preparos salgados diversos, para temperar carnes e até em algumas receitas doces.

Geléias com pimenta acompanham muito bem pratos assados. A nutricionista sugere ainda uma combinação inusitada: chocolate. Ela afirma que o sabor é exótico.

Quem não está acostumado com a ardência da pimenta-caiena, deve incluí-la nas refeições aos poucos, aumentando a quantidade utilizada nas receitas gradualmente. Pessoas com problemas de gastrite ou hemorróidas não devem consumir esse tipo de condimento.

Além de trazer benefícios para a saúde, incluir essa pimenta na alimentação também enriquece o sabor das receitas preparadas no dia a dia.

 

pimenta-caiena infográfico doutíssima 

Pimenta-caiena na Medicina

A capsaicina tem poderes medicinais que vão além dos benefícios do seu consumo na alimentação. O Sistema de Saúde da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, cita o poder dessa substância em diminuir a dor.

Os nervos sensoriais produzem a substância P, uma fórmula que transmite a sensação de dor até o cérebro. A capsaicina é capaz de, temporariamente, desabilitar essa substância, impedindo que os sinais de dor sejam transmitidos.

Ainda há outros usos medicinais para a pimenta-caiena. Administrada por profissionais da saúde por via nasal, a capsaicina é um tipo de terapia para o combate de dores de cabeça severas. Apesar de ainda não haver suporte científico para confirmar, há indícios de que enxaquecas possam ter melhora com esse tipo de “medicação”.

O combate à obesidade pode incluir o uso desse tipo de pimenta. Testes clínicos feitos no Japão observaram que o consumo diário de 10g do produto teve efeito significativo na redução de apetite. Outra pesquisa similar, desenvolvida no mesmo país, provou os efeitos de aceleração do metabolismo, contribuindo com dietas de emagrecimento.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


DEIXE UMA RESPOSTA