Você já ouviu falar em manda nudes? Essa expressão – ou pedido – se popularizou principalmente entre os usuários do WhatsApp. Em geral, ela aparece no meio de uma conversa entre duas pessoas, quando uma pede à outra que envie fotos suas – nuas. Acontece que nem todos enviam esse tipo de foto com cuidado ou então optam por enviar algumas que pertencem a terceiros.

manda-nudes-doutissima-istock-getty-images
Adeptos de enviar nudes precisam ter certos cuidados, como evitar mostrar o rosto. Foto: iStock, Getty Images

 

Manda nudes: que cuidados devo ter?

Cada pessoa tem direito de fotografar seu próprio corpo e enviar a “produção” a quem bem entender. Porém, muitas vezes isso é feito de forma inadvertida e sem consciência dos riscos envolvidos. Você acha que está enviando uma nude para uma pessoa de confiança e ao acordar no outro dia percebe que a foto já é viral na internet.

 

Para quem deseja “brincar” e trocar nudes por aí algumas pequenas cautelas são bastante importantes – e você deveria adotá-las, por mais que confie na pessoa que irá receber as fotos. Lembre-se que quaisquer dispositivos com acesso à internet podem ser hackeados e, a partir daí, fica difícil controlar o vazamento de fotos. Confira:

 

1. Jamais mostre o rosto

 

Se alguém dispara um manda nudes está querendo ver o seu corpo, e não o seu rosto. Como essa última parte é desnecessária, mostra-se bastante prudente deixá-la de fora e evitar surpresas desagradáveis mais adiante.

 

2. Tire as informações das fotos

 

Geralmente os arquivos de fotos guardam informações não contidas nas imagens – os famosos metadados. Eles são capazes de dizer muito sobre o fotógrafo – como localização, dispositivo em que a fotografia foi tirada, entre outros. Na internet há uma série de sites disponíveis e que apagam esse tipo de informação – antes de enviar uma nude, cogite passar o arquivo por um deles.

 

3. Ao compartilhar

 

A expressão viralizou no WhatsApp, mas enviar uma nude originalmente por esse aplicativo é um risco grande – é fácil identificar a origem caso haja um vazamento. Pois bem, há diversos outros aplicativos disponíveis por aí que tornam esse compartilhamento muito mais seguro – alguns deles inclusive autodestroem o arquivo logo após quem o receber vê-lo. Isso torna a brincadeira muito mais segura.

 

4. Armazenar nudes

 

Depois de tirar nudes a melhor opção é imediatamente deletá-las. Acontece que alguns usuários preferem armazená-las para uso futuro – e isso é direito de cada um deles. Pois bem, se você fizer isso certifique-se de guardá-las em uma pasta ou arquivo protegidos por senha, de modo que ninguém tenha acesso a eles.

 

Compartilhar nudes de terceiros é ilegal

Recentemente, o ator Stênio Garcia e sua esposa foram surpreendidos ao verem vazar na internet alguns nudes que fizeram. Embora o ator tenha lidado bem com essa exposição, sua esposa ficou bastante chateada e abalada.

 

Há cerca de três anos, a atriz Carolina Dieckmann também passou por situação semelhante. O caso da atriz inclusive motivou o Congresso Nacional a elaborar a Lei 12.737/12, chamada popularmente de Lei Carolina Dieckmann. Ela torna crime – e prevê pena de três meses a um ano – a prática de invadir dispositivos eletrônicos alheios e obter arquivos e informações a partir deles.

 

Por isso, jamais pense em pegar nudes de alguém contra sua própria vontade. Além disso, também não cogite compartilhar fotos nuas que não sejam as suas – já que isso também é crime se essa divulgação não foi previamente autorizada, algo difícil de se ter certeza.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


DEIXE UMA RESPOSTA