Caso sua vida sexual esteja meio para baixo, vale a pena buscar formas de colocá-la novamente nos eixos. De acordo com recentes estudos, fazer sexo com regularidade – uma ou duas sessões de amor por semana – é capaz de fornecer alguns reforços incríveis para a saúde e o bem-estar.

 

Sexo faz bem para corpo e mente

Ter uma vida sexual ativa e satisfatória pode fazer maravilhas dentro de um relacionamento. Mas não é só isso. Evidências científicas indicam que os benefícios de fazer sexo são muito maiores do que isso e ajudam a manter a saúde em geral. Está cansado ou com a imunidade baixa? Basta apimentar as coisas com o parceiro para tentar sair dessa.

fazer sexo istock getty images doutíssima
Sexo traz benefícios para a saúde e o bem-estar, como melhorar o humor. Foto: iStock, Getty Images

Quando você se entrega ao prazer não são apenas seus órgãos genitais que funcionam a todo vapor. Essa experiência é capaz de atuar diretamente no cérebro, liberando substâncias que podem contribuir para o bem-estar em geral. Por isso, vale a pena estar atento às razões científicas para fazer sexo sempre.

 

Razões científicas mostram que fazer sexo faz bem

Quer melhorar a pele, impulsionar o humor e reduzir o risco de problemas de saúde? A resposta não está em uma pílula mágica. Ter uma vida sexual ativa pode aumentar a saúde em muitos aspectos surpreendentes. Veja sete razões comprovadas pela ciência que mostram o porquê você deve apimentar sua vida sexual:

 

1. Sistema imunológico

 

Em 1999, pesquisadores da Universidade de Wilkes descobriram que estudantes universitários que tiveram relações sexuais uma ou duas vezes por semana tinham maiores níveis de um determinado anticorpo. Ele proporcionou um impulso para o sistema imunológico em comparação com estudantes que tiveram relações sexuais menos frequentemente.

 

2. Pressão arterial

 

Um estudo da American Heart Association mostra que a relação sexual, ao contrário da masturbação ou outras formas de sexo, tem um impacto significativo na redução da pressão arterial sistólica.

 

3. Rejuvenescimento

 

Uma pesquisa feita pelo Hospital Royal Edinburgh, na Escócia, descobriu que pessoas mais velhas que estavam desfrutando de sexo com um parceiro estável em média quatro vezes por semana pareciam ser de sete a 12 anos mais jovem do que sua idade real.

 

4. Câncer de próstata

 

Se acordo com o Journal of the American Medical Association, quanto mais o homem ejacula, mais baixo seu risco de contrair câncer de próstata.

 

5. Fidelidade

 

Um estudo publicado no Journal of Neuroscience constatou que a oxitocina, hormônio responsável por criar sentimentos de amor, é elevada em homens após o sexo e os leva a ficar longe de outras mulheres.

 

6. Autoestima

 

Um dos benefícios mais importantes foi observado em uma pesquisa realizada pela Universidade do Texas. Os participantes que tiveram relações sexuais regularmente sentiam-se mais confiantes sobre seus corpos.

 

7. Humor

 

A serotonina é a chave química antidepressiva do corpo e uma das principais razões para as pessoas sorrirem e se sentirem felizes e relaxadas após o sexo. Mulheres sexualmente ativas em relacionamentos de longo prazo também são menos propensas a se sentirem deprimidas, de acordo com um estudo realizado com quase 300 delas e publicado na revista Archives of Sexual Behavior.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre fazer sexo? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


DEIXE UMA RESPOSTA