Exercícios

Fique por dentro dos benefícios de praticar aulas de bike

Por Redação Doutíssima 17/11/2015

Com o verão cada vez mais próximo, perder peso e ganhar saúde são os principais objetivos de quem está na academia. Mas como? Exercícios aeróbicos, como os praticados nas aulas de bike indoor promovem uma perda de até 800 calorias em uma hora de atividade.

O fato de não provocar impacto nas articulações, aliado à estabilidade do aparelho estacionário, faz da bicicleta a alternativa para quem busca o emagrecimento. Confira os benefícios da prática e como adotar as pedaladas para uma vida saudável.

Aulas de bike melhoram o tônus muscular nas pernas e glúteos e possibilitam alto gasto calórico. Foto: iStock, Getty Images

Aulas de bike melhoram o tônus muscular e possibilitam alto gasto calórico. Foto: iStock, Getty Images

Benefícios do ciclismo indoor

Segundo Gilberto Ambrogi, professor da academia Bio Ritmo, homens e mulheres desfrutam dos mesmos benefícios durante as aulas. “Para ambos o treino proporciona uma melhora significativa da condição cardiovascular, do tônus muscular nas pernas e glúteos, e ainda possibilita alto gasto calórico”, descreve.

Além disso, de acordo com o profissional, os ciclistas trabalham o condicionamento físico e muscular como um todo, mas principalmente dos membros inferiores. A frequência da atividade pode ajudar a tonificar as veias e melhor os movimentos do corpo, o que contribui para a redução da pressão arterial, diminuindo os riscos de doenças cardíacas.

Assim como corridas e caminhadas, subir na bicicleta ajuda a estabilizar os batimentos cardíacos. Em apenas uma aula, o professor afirma que é possível aumentar os níveis de serotonina no cérebro, hormônio responsável pela sensação de bem-estar, além de garantir mais disposição e ajudar a relaxar na hora do sono.

Tipos de aulas de bike e seus cuidados

É possível escolher duas modalidades de prática dentro da academia: o Spinning e o RPM. O primeiro tipo simula diferentes níveis de frequência cardíaca e de terreno ao regular o peso dos pedais. Geralmente, as aulas duram de 40 a 50 minutos e são embaladas por músicas escolhidas pelo professor.

O RPM, por sua vez, também simula diferentes terrenos, porém as aulas são planejadas e coreografadas por fisioterapeutas e médicos. Composta por sete músicas escolhidas previamente, a atividade dura de 45 a 60 minutos.

Ambrogi ressalta que qualquer pessoa apta a pedalar pode praticar a atividade. “A intensidade é facilmente modulada para cada indivíduo, inclusive aqueles que estão largando o sedentarismo ou que apresentam algum histórico de doença não restritiva também podem se beneficiar da modalidade”, pontua.

Independente da modalidade escolhida, o professor destaca que é importante regular a bicicleta na altura e postura do usuário a fim de evitar lesões. “Uma regulagem correta protege o aluno e melhora sua performance e seu conforto ao pedalar”, comenta.

 

Além disso, alguns cuidados são importantes para quem opta pelas aulas de bike indoor. Veja 10 itens para você aproveitar melhor os exercícios.

1. Garrafa de água e toalha

 

2. Ajuste da altura do selim

 

3. Ajuste da altura do guidão

 

4. Ajuste do firma-pés

 

5. Cadarços dos tênis devidamente amarrados

 

6. Postura correta

 

7. Tênis de cano baixo e sola reforçada

 

8. Roupas justas e confortáveis, como bermudas alcochoadas para cicilismo

 

9. Não tirar os pés dos pedais sem antes parar de pedalar

 

10. Respeitar orientações do professor

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros