Há uma trilha sonora para cada momento e a sensualidade não foge à regra. Escolher uma música para striptease perfeita é um importante artifício para complementar esse ato, que é muito sensual e capaz de dar aquela apimentada na sua relação. Para aprender um pouco mais sobre isso, nada melhor do que se inspirar nas divas do cinema. 

musica-para-striptease-doutissima-istock-getty-images
Ato muito sensual é capaz de dar aquela apimentada na sua relação. Foto: iStock, Getty Images

 

Como escolher uma música para striptease

Não são necessários saltos gigantes, lingerie sensual ou poste dentro do quarto para fazer uma dança sedutora – embora esses itens sejam excelentes complementos. Tudo o que você precisa é a trilha sonora certa, leveza e sensualidade para conduzir esse ato.

 

Muitas canções são uma boa pedida, mas é importante escolher uma batida mais lenta capaz de dominar todas ações da sua dança. Lembre-se que a retirada de cada peça deve ser suave e os movimentos corporais intencionalmente sexy. Então, escolher a música para striptease é o primeiro passo. Veja algumas opções.

 

Dance For You (Beyoncé)  

 

Não seja tímida. Use uma cadeira como apoio para a apresentação erótica e garanta muita diversão. Caso seja possível, opte por uma cadeira bonita capaz e estofada capaz de complementar sua lingerie e tornar o espetáculo ainda mais atraente.

 

I Can’t Quit You Baby (Led Zeppelin) 

 

Ao ouvi-la não será necessário esforço para dar momentos inesquecíveis ao seu amor. A melodia é perfeita para balançar o corpo, tirar a roupa e garantir um olhar sexy.

 

Fever (Peggy Lee) 

 

Trata-se de um clássico que já foi trilha de muitos stripteases, ou seja, não há erro. Para aproveitar o clima, adicione um toque mais vintage, como uma estola de plumas.

 

Pour Some Sugar on Me (Def Leppard) 

 

Perfeita para quem tem atitude. Use uma garrafa de champanhe na performance e sensualmente lamba a borda. Quando for beber, deixe o líquido fluir para baixo do queixo e da garganta até que as roupas estejam encharcadas e você precise removê-las.

 

Inspire-se nas divas do cinema

Escolhida a música, é hora de treinar. Caso não esteja confiante para deixar as coisas fluírem ao natural, uma boa opção é se inspirar em cenas clássicas do cinema. Há muitos anos as mulheres usam essa técnica de sedução e algumas dizem que ela é infalível para quem deseja uma noite quente.

 

O striptease cênico foi realizado pela primeira vez por um homem na Inglaterra em 1667. Nessa peça de teatro, ele se despe e vai para cama. Já no século XVIII essa prática foi tida como forma de entretenimento em bordeis londrinos.

 

Atualmente esse tipo de dança é bastante comum entre quatro paredes e um item muito explorado no cinema – uma ótima fonte de inspiração. Assistir a comédia Família do Barulho, estrelada por Jennifer Aniston, pode ser um bom início. No longa a bela atriz tira sua roupa quando um negócio de tráfico de maconha vai mal, mostrando toda sua sensualidade.

 

Embora Jessica Beals sequer tire todas suas roupas, uma cena do filme Flashdance é inegavelmente uma inspiração – bastante leve se comparada aos padrões atuais, mas reveladora de como deixar algo para a imaginação pode ser uma grande sacada.

 

Mas é claro que se você quiser algo apimentado e direto, basta tentar repetir os movimentos de Demi Moore no filme Striptease – como o próprio nome indica, não tem erro.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


DEIXE UMA RESPOSTA