Sexualidade

Tudo o que você precisa saber sobre o ponto G

Por Redação Doutíssima 29/10/2014

Muita gente acha que o tal ponto G feminino não passa de um mito, e que o protagonista do prazer feminino é o clitóris. Mas muitos pesquisadores indicam que ele é real e pode ser encontrado por qualquer mulher. Visualmente, parece com a forma de um feijão, com um tecido esponjoso, localizado cerca de dois centímetros acima da parede vaginal frontal, que incha quando o sangue corre para ele e faz a mulher se sentir muito bem.

 

Muitos homens encaram a tarefa de encontrar o ponto G de sua parceira como uma questão de honra, mas atenção: ele é praticamente invisível, a menos que o corpo da mulher esteja em um estado sexual. É mais fácil a mulher achar o ponto G sozinha, pois sentirá o estímulo que o toque na área certa proporciona. Veja tudo o que você precisa saber sobre ele, desde a sua anatomia até o prazer envolvido.

 

ponto-G

Com estímulo correto ao ponto G, sexo se torna ainda mais prazeroso. Foto: iStock, Getty Images

Como encontrar o seu ponto G

 

O ponto G é composto por um tecido que pode ficar erétil, o que significa que ele não endurece, ou tornar-se enrugado até que seu corpo esteja pronto para o sexo. Então, se você quer descobri-lo, precisa de algumas preliminares.

 

Pela localização do ponto G, encontrá-lo pode ser um desafio. É apenas cerca de dois centímetros acima de sua parede vaginal frontal. Para encontrá-lo você precisa deitar-se de costas, com as pernas abertas e, assim que estiver bem lubrificada, inserir todo o comprimento do dedo mais longo lentamente em sua vagina.

 

 

Em seguida, curve o dedo em direção à abertura de sua vagina, até que você sinta uma área de pele diferente do resto, ligeiramente esponjosa. Seu dedo vai estar em uma posição de “vem cá”, e tudo o que você precisa fazer é movimentar lentamente a ponta do dedo para frente e para trás, esfregando o local. Mas não esqueça de estimular todas as outras zonas de prazer, para intensificar a experiência.

 

Quando você encontrar o local exato, pode reagir com surpresa ou prazer, mas isso não vai ser o mesmo para todas as mulheres. O ponto G está localizado dentro da parede da vagina, não na superfície, de modo que a sensibilidade do local pode depender da espessura da parede da pessoa. Depois, é só desfrutar de um prazer que você até então não conhecia e ensinar o seu amor este caminho.

 

Não encontrou o seu ponto G?

 

Não se preocupe. Muitas mulheres só começam a desfrutar do prazer do ponto G depois de uma certa idade. A razão para isso é que, quando uma mulher envelhece, seus níveis de estrogênio diminuem, o que significa que as paredes da vagina ficam mais finas, permitindo um melhor acesso à zona erógena.

 

Os níveis de estrogênio não começam a diminuir até os trinta anos, por isso, se você é mais jovem do que isso e tem dificuldades para encontrar o seu ponto G, deve ser porque as paredes de sua vagina são muito grossas para uma estimulação eficaz.

 

Outra maneira de estimular o ponto pode incluir fazer movimentos em uma direção alternativa. Cada mulher é diferente, por isso, você pode encontrá-la à sua maneira. Você também pode comprar vibradores específicos para a estimulação desse local.

 

 


Sites parceiros