[the_ad_group id="16401"]
Exercícios > Fitness

Saiba tudo sobre a fly yoga, uma nova modalidade de exercício

Por Redação Fortíssima 03/04/2016

Se as posturas de yoga já parecem desafiadoras no solo, imagine se executadas no ar? Pois é justamente essa a proposta da fly yoga. A nova modalidade, que mistura espiritualidade com acrobacias circenses, é realizada em tecidos presos no teto. Os pés ficam bem longe do chão, estimulando a determinação.

Uma hora de aula promete queimar cerca de 340 calorias. O objetivo é desenvolver a força e flexibilidade do praticante, além de estimular, simultaneamente, suas habilidades de foco e concentração. O equilíbrio físico e mental é trabalhado em conjunto.

Entenda como funciona a fly yoga

A evolução natural do hatha yoga permitiu que, ao longo dos anos, novas possibilidades surgissem na prática de yoga, sempre com o propósito de permitir que os praticantes relaxem, liberem o estresse do dia a dia e se conectem com o seu eu interior. Independente de sua idade.

Foi assim que, depois da hot yoga, a fly yoga começa timidamente a conquistar novos adeptos. A novidade surgiu no Brasil em 2015, embora no ano de 2010 já se espalhasse pela Califórnia e Tailândia.

A proposta é executar as posturas tradicionais, com um desafio a mais: os pés ficam longe do solo. Na aula, entram no máximo seis alunos. Principalmente porque, por ser mais desafiadora, a fly yoga exige um acompanhamento próximo do professor.

Nesta prática, os tecidos presos ao teto, que parecem alças esticadas, são indispensáveis. Eles são iguais aos utilizados para acrobacias nos circos. A prática inicia com os tradicionais pranayamas, o canto de mantras, geralmente em uma saudação ao Sol.

Depois, todas as atenções se voltam para o tecido. A etapa de alongamentos já começa lá, pois ele proporciona um suporte para esticar bem o corpo. Assim, é possível ir além. 

Na sequência, a aula consiste basicamente na execução de posturas da yoga, mas com o diferencial de que, com o peso do corpo apoiado na faixa, o aluno pode ter uma melhor percepção sobre o alinhamento correto das posturas.

Na prática, a gravidade é usada em seu favor, para que a energia possa fluir livre pelos centros energéticos (chakras) do corpo.

fly yoga

Fly yoga trabalha flexibilidade, concentração, força e equilíbrio. Foto: iStock, Getty Images

Benefícios da fly yoga

Para a mente e o espírito, a fly yoga traz diversas vantagens. Na aula são executadas várias posturas que são excelentes para trabalhar os músculos do corpo. Ao mesmo tempo, elas são coordenadas com a respiração e garantem o relaxamento da mente. Ou seja, além de uma atividade física, trata-se de uma forma de meditação.

A prática também exige força e flexibilidade do praticante, melhorando suas capacidades nessas áreas. Para executar as posturas no tecido – longe do solo -, também é preciso coragem e determinação, qualidades que são trabalhadas involuntariamente. Você poderá se sentir mais confiante e satisfeito consigo mesmo.

Outro ponto positivo da modalidade é que a execução de posturas no tecido é algo quase que lúdico, remete à infância. Há quem dê gargalhadas durante a prática. E rir sempre afasta uma infinidade de males, não é?

E você, praticaria a fly yoga? Deixe um comentário! E não esqueça de compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]