[the_ad_group id="16401"]
Dieta > Nutrição

Dieta dos pontos: aprende como funciona a técnica

Por Redação Fortíssima 11/06/2016

A dieta dos pontos foi criada por Alfredo Halpern, médico e professor do curso de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). O objetivo desse plano não é limitar os alimentos consumidos em cada uma das refeições, mas restringir a quantidade. O resultado é perda de peso de maneira confortável e livre de danos à saúde.

O plano, criado em 1996, foi baseado nas reclamações de cada um dos pacientes de Halpern. A maioria sentia dificuldades em adotar uma rotina restritiva e acabava deixando o cardápio de lado. Nesse modelo, no entanto, alimentos são liberados e a porção é controlada a partir de suas características.

Dieta dos pontos

Alimentos que passaram por processo de fritura são mais perigosos. Foto: iStock, Getty Images

Detalhes da dieta dos pontos

O médico ou nutricionista responsável por sua dieta fará uma entrevista completa. Dados pessoais são essenciais para identificar a quantidade de pontos adequados para a alimentação do dia. Quem é adepto pode emagrecer quatro quilos por mês, desde que aposte em refeições saudáveis.

Halpern criou regra para facilitar a escolha dos alimentos e suas porções: um ponto equivale a 3,6 calorias. Existem ainda tabelas prontas que facilitam a seleção das refeições e quantidades. Ande sempre com uma calculadora e papel para identificar a quantia que será incluída em seu prato.

Para identificar a porção de pontos diária, o médico ou nutricionista irá fazer uma conta completa. A taxa metabólica basal (representa as calorias eliminadas com exercícios), o nível de atividades físicas praticadas (intensidade de cada treino executado) e o índice de massa corporal são números essenciais e que serão utilizados no processo.

Dieta dos pontos

Melhore os resultados da dieta dos pontos

A dieta dos pontos só traz benefícios para quem investe em um cardápio saudável. Não adianta optar por chocolates, alimentos ricos em gordura e sódio. Os pratos montados com saladas, proteínas e carboidratos ricos em fibras são os ideais. A seguir, confira algumas dicas que prometem deixar o emagrecimento mais fácil.

  • Escreva tudo o que foi consumido em suas refeições. Conte todos os pontos após o almoço e planeje o jantar. Essa é boa sugestão para não ultrapassar a quantidade diária
  • Adicione 15 pontos no almoço e jantar. Eles representam os condimentos e temperos utilizados no preparo do alimento
  • Multiplique por três os pontos dos alimentos que passaram por processo de fritura
  • Compense os exageros no dia seguinte. Diminua o volume nas próximas refeições se você ultrapassou a quantidade de pontos diários
  • Invista em um prato repleto de folhas verdes. Esse hábito é capaz de combater o desejo exagerado por carboidratos e garante saciedade
  • Coma devagar e mastigue bastante. Transforme a refeição em momento calmo e prazeroso.
  • Beba água antes ou uma hora após as refeições
  • Pratique atividades físicas intensas para potencializar a perda de peso.

E aí, o que achou da dieta dos pontos? Não se esqueça de consultar um especialista antes de iniciar qualquer mudança em sua alimentação.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]