Dieta > Nutrição

Comidas de inverno: 7 dicas para matar a fome sem engordar

Por Debora Stevaux 02/05/2018

Mesmo que a estação mais fria do ano esteja prevista para começar apenas a partir do dia 21 de junho com o inverno no hemisfério sul, a temperatura já começa a cair a partir do dia 20 de março, quando o outono dá as caras. E no frio, é muito comum que as pessoas comam mais.

É muito comum que as pessoas comam mais durante as estações mais frias, isso porque o corpo gasta mais energia para regular a temperatura interna e externa. Mas você pode fazer isso de uma forma saudável, sem ganhar aqueles quilinhos a mais. (Foto: iStock)

Isso acontece porque uma das funções da alimentação é a termorregulação corpórea, ou seja, os alimentos que ingerimos são responsáveis por manter a temperatura interna e externa do corpo. E quanto mais frio, mais energia gastamos para alcançar esse objetivo e acabamos comendo mais. No entanto, é possível manter a saciedade sem ganhar aqueles quilinhos a mais.

Leia mais: Cuidados no inverno: como ter a pele livre de ressecamentos

Outra dica importante, nesse caso, é se alimentar de forma saudável nessa época do ano para fortalecer o sistema imunológico e evitar as doenças vilãs do frio: como gripes e resfriados. O segredo está nos ingredientes e na preparação das comidas de inverno. E para te ajudar nessa missão, listamos abaixo 7 dicas para comer bem sem exagerar. Vamos lá?

Comidas de inverno: 7 dicas para matar a fome sem engordar

 

  • Fracione as refeições

 

Entre as três maiores refeições como o café da manhã, almoço e jantar, faça dois lanches por dia. Dessa forma, você vai evitar aquela fome incontrolável e reduzir significativamente as chances de exagerar demais. Por isso, aumente a frequência e reduza as porções. O prato também deve ser balanceado e ter, em sua composição, carboidratos, proteínas de origem animal ou vegetal, lipídios e fibras.

 

  • Aposte em alimentos que aumentam a saciedade

 

Consumir uma maior quantidade de fibras é uma saída para elevar a sensação de saciedade. Frutas, vegetais folhosos, legumes e grãos são fontes ricas em fibras, além de favorecer a liberação lenta e gradual dos açúcares dos carboidratos na corrente sanguínea, fazendo com que você passe mais tempo sem se sentir faminta. Prefira também as variações integrais de arroz, pães e massas para ajudar nesse processo.

 

  • Inclua preparações quentinhas como sopas e caldos

 

Capazes de aquecer o organismo por dentro, as sopas e os caldos são a cara do inverno. Além de deliciosos, ambos são fontes riquíssimas de nutrientes. Use e abuse de temperos fortes e outros alimentos com propriedades termogênicas como a canela, gengibre, alho, cebola, páprica, curry e tipos variados de pimenta.

Colocar vegetais de folhas verdes escuras como espinafre e brócolis também aumenta a concentração de nutrientes solúveis em água como as vitaminas. Não pese a mão em bacon, linguiças defumadas, queijos, creme de leite e outros acompanhamentos gordurosos. Por serem refeições mais líquidas que o normal, há uma maior facilidade na hora de digerir.

Veja também: O inverno vem chegando! Proteja-se com dicas naturais

 

  • Frio combina com chá quentinho

 

Além de aquecerem o corpo e promoverem uma sensação, mesmo que passageira, de saciedade, os chás podem ser potentes aliados contra os resfriados e gripes, tão comuns no outono e inverno. Raízes como o gengibre tem uma função anti-inflamatória e antibiótica, já vegetais como a camomila, a hortelã e a menta também trazem benefícios para fortalecer o sistema imunológico. Os chás também têm importante papel digestivo, além de auxiliarem na limpeza do organismo, circulação sanguínea e combater os radicais livres.

 

  • Prefira o chocolate amargo

 

Quem resiste a um chocolate quente em dias mais frios? Assim fica difícil, né? No entanto, o que muita gente não sabe é que o chocolate é um alimento benéfico para a saúde, mas isso vale apenas para as versões meio amarga e amarga, por terem em sua composição uma menor taxa de gordura e catalisarem a ação antioxidante.

Leia mais: Caldo verde é opção leve para saborear no inverno

 

  • Faça da vitamina C uma aliada diária

 

Alimentos ricos em vitamina C são conhecidos por prevenir e combater gripes e resfriados. Por isso, inclua na sua dieta frutas como a acerola, kiwi, laranja, morango, abacaxi, goiaba, caju, legumes como o pimentão e vegetais como o brócolis. Eles podem ser consumidos tanto na sua forma original (cru) ou em sucos e até mesmo como temperos, no caso da laranja para carnes brancas, por exemplo.

 

  • Aumente o consumo de alho

 

Queridinho dos temperos, o alho é uma planta com potente ação antiviral natural, além de conseguir prevenir e reduzir infecções e inflamações que acometem, principalmente, a garganta. Por isso, use para dar mais sabor a caldos, sopas e, caso esteja gripado, ferva também para chás.

Veja também: Invista em alimentos saudáveis para o inverno


Sites parceiros