Clínica Geral

Otorrinolaringologista trata ouvido, nariz e garganta. Veja quando consultar

Por Redação Doutíssima 24/10/2014

Existe uma especialidade médica conhecida pela capacidade de se tornar um trava-línguas na boca de quem tenta pronunciá-la. O otorrinolaringologista na verdade é o médico que trata das doenças dos ouvidos, nariz e garganta. Mas, quando entender a necessidade e a hora certa de recorrer a esse profissional?

 

Se você não sabe ao certo a hora que se deve procurar auxílio de um otorrinolaringologista confira nesse artigo alguns dos principais sinais indicativos de que é exatamente esse profissional que você estava procurando.

otorrinolaringologista

Distúrbios de ouvido, como as otites, são costumeiramente tratadas pelo profissional. Foto: iStock, Getty Images

Quando procurar um otorrinolaringologista

 

 

Entre os sintomas mais comuns que requerem a consulta e o auxílio de um otorrinolaringologista é possível destacar algumas enfermidades, que quando reincidentes se tornam passivas de investigação clínica.

 

Entre esses casos, é possível destacar a obstrução nasal, ou seja, uma pessoa que vive com dificuldade de respirar por sentir que o ar está com dificuldade de passar pelas suas narinas.

 

Além disso, alguns casos de dor de cabeça e ainda dor na face podem ser tratadas pelo otorrinolaringologista.Também é recomendada a ajuda profissional em caso de secreção nasal de origem desconhecida e também sangramentos nasais frequentes.

 

O especialista deve ser consultado também perante a dificuldade auditiva ou um caso de surdez. Zumbidos e tonturas também compõem a lista de fatores que devem estimular você a procurar um médico nessa área. Dores de ouvidos em qualquer idade devem ser tratadas via consultas médicas adequadas.

 

Tratamento pelo otorrinolaringologista

 

 

Quando se sai da zona dos ouvidos e do nariz, chegamos à terceira área de atuação que é de investigação e tratamento dos principais problemas de garganta, caracterizado por dores de garganta, rouquidão – também conhecida por disfonia.

 

Caso você apresente algum desses problemas, o recomendado é que um auxílio médico especializado seja procurado. A avaliação do otorrinolaringologista é muito importante para o correto diagnóstico e tratamento das doenças que se manifestam com esses sinais e sintomas. O tratamento pode ser tanto cirúrgico quanto clínico, dependendo da doença e de cada caso especificamente.

 

Entre as doenças mais frequentes e comuns tratadas com a busca por esse especialista, é possível destacar doenças respiratórias, como é o caso da rinite, vilã principalmente para pessoas com tendências alérgicas, e as sinusites, que tem como estação preferida o inverno.

 

Outros distúrbios relacionados ao nariz e facilmente tratados são o desvio do septo nasal e a polipose nasal. Já a relação direta entre profissionais dessa área e qualidade de sono se dá pelo tratamento adequado da apneia do sono.

 

Em relação aos problemas comuns tratados por um otorrinolaringologista no que diz respeito os ouvidos, é possível destacar situações de diminuição da acuidade auditiva e também as otites – inflamações extremamente doloridas.

 

Além disso, há ainda os distúrbios do labirinto, como é o caso da labirintite, que também são encaminhados a um médico com especialidade nessa área.

 

quando o assunto é garganta, é comum que o otorrinolaringologista seja consultado em casos de amigdalite, faringite, distúrbios da deglutição e alterações das pregas vocais.

 

 


Sites parceiros