Sexualidade

Descubra 6 fatos importantes sobre a vagina

Por Redação Doutíssima 30/10/2014

A vagina é um órgão muito mais complexo do que podemos imaginar. Para começar, o que comumente leva esse nome é uma região do aparelho reprodutor feminino composto por várias partes. A área externa é chamada de vulva, composta pelos lábios internos e externos, o clitóris e a uretra. Mas a vagina também inclui a área interior, com os tubos de colo do útero, útero e ovários.

O clitóris é um órgão exclusivo para o prazer de uma mulher durante o sexo. Por conter 8 mil terminações nervosas, pode parecer uma grande vantagem das mulheres em relação aos homens, já que a glande do pênis tem apenas 3,5 mil. Mas este é apenas um dos fatos desconhecido sobre a vagina. Veja outras curiosidades que vão te surpreender:

vagina

A vagina é o canal do aparelho reprodutor feminino, composta por várias partes. Foto: iStock, Getty Images

O que você talvez não saiba sobre a vagina

1. A vagina é autolimpante

Após a menstruação ou o sexo, a vagina limpa-se através da secreção de uma solução salina especial. Na verdade, o ecossistema vaginal é delicado e não deve ser adulterado. Por isso, é preciso evitar colocar sabonetes perfumados ou cremes. Em vez disso, use sabonetes com pH balanceado, sem perfume.

2. O fluído vaginal é um ótimo hidratante

O lubrificante natural possui um componente realmente incrível, chamado esqualeno, que mantém a área úmida. Curiosamente, o esqualeno é usado em produtos cosméticos, devido à sua poderosa ação hidratante e porque não deixa a pele com uma sensação gordurosa. Aliás, este mesmo composto é encontrado no fígado do tubarão.

3. A alimentação influencia no cheiro da vagina

Os fluidos encontrados na área vaginal tendem a ser influenciados pelo que você come. Uma vagina saudável não deve um cheiro muito forte, mas pode assumir o sabor de sua última refeição. Algumas pessoas dizem que comer abacaxi pode dar um sabor e cheiro mais agradáveis.

4. As mulheres podem ejacular

Não, a ejaculação feminina não é um mito. Durante a excitação, as mulheres podem produzir um fluido que ajuda a lubrificar a vagina e tornar mais fácil a penetração.

5. A vagina pode se expandir em até 200%

Embora não haja um “tamanho padrão” para o órgão sexual da mulher, a média é de cerca de 3 centímetros de largura e 3,5 centímetros de profundidade. No entanto, não é regra. A vagina pode expandir-se em cerca de 200% do seu tamanho e voltar ao normal. Mas há fatores como a idade, peso e tabagismo que podem causar a perda desta elasticidade.

6. É possível exercitar a vagina

Em 1948, Arnold Kegel mudou a vida das mulheres para sempre, quando formulou um exercício específico para o assoalho pélvico. Apelidado de exercício de Kegel, é uma forma de fortalecer os músculos da vagina, que pode ajudar a mulher a lidar melhor com o parto, afastar infecções urinárias e até mesmo aumentar o prazer do orgasmo. A boa notícia é que os homens também podem se beneficiar dos exercícios de Kegel, que ajudam a evitar a ejaculação precoce e no fortalecimento das ereções.


Sites parceiros