[the_ad_group id="16401"]
Saúde

Unha pode mostrar se a saúde está em dia

Por Redação Doutíssima 09/12/2014

Uma coisa que pode passar totalmente despercebida por nós é a relação da unha com a saúde. Problemas nas unhas como ondulações, irregularidades, manchas, mudança de coloração, textura, entre outros, geralmente são avaliados como fungos ou doenças de pele externas, mas podem, sim, significar complicações internas do organismo.

unhas

A aparência das unhas indica alterações em todo o organismo. Foto: iStock, Getty Images

Estado da unha pode identificar doenças

 

A dica vale tanto para as mãos quanto para os pés, o cuidado de observação deve ser o mesmo.

 

As doenças refletidas na unha podem ser provenientes desde micoses a deficiência nutricional, doenças hormonais, cardiorrespiratórias e renais graves.

 

Sendo assim, a análise da unha pode dizer muito sobre a saúde de um paciente e , inclusive, antecipar a ocorrência de alguma doença, havendo tempo para prevenir ou iniciar o tratamento o quanto antes.

Observe a aparência da unha e compare

 

Ao menor sinal da presença destas características em suas unhas, procure orientação médica o mais rápido possível.

 

1. Manchas pequenas

 

Sinais esbranquiçados pequenos significam pequenos traumas, ou seja, em algum momento você deve ter batido a unha em algum lugar e isso alterou a produção de células naquele local.

 

Como a unha cresce bem devagar, quando a manchinha aparece você pode nem lembrar mais de quando e onde bateu aquele lugar. Já manchas grandes e esbranquiçadas podem indicar carência de zinco no organismo.

 

2. Manchas e unhas amareladas

 

Pessoas que fumam muito ficam com a unhas em tom amarelado, especialmente do lado que seguram o cigarro. Essas manchas também podem aparecer em pessoas que tomam antibiótico por muito tempo seguido.

 

Manchas em tom de roxo podem indicar micose, infecções e um trauma forte, como bater forte o dedo ou esmagá-lo em alguma coisa.

 

3. Unhas fracas, com descamação ou que quebram com facilidade

 

Podem sinalizar falta de proteínas, vitaminas e sais minerais como o ferro, cálcio, vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E.

 

Verrugas virais podem surgir ao redor das unhas e um dermatologista sempre deve ser consultado, pois algumas doenças de pele e alguns tumores podem se assemelhar a essas verrugas. Encravadas indicam que houve o corte feito de forte incorreta ou alguma alteração anatômica.

 

4. Deformidades ou ondulações

 

Podem indicar um trauma na base da unha, onde ela nasce ainda no dedo, ou excesso de uso das unhas em atividades do trabalho como digitação, onde você usa mais alguns dedos que outros e exerce essa função por horas seguidas.

 

Unha pálida perto da matriz, no dedo, podem indicar doenças sérias autoimunes como o lúpus. Unha com problemas, como se estivesse dividida meio a meio pode indicar insuficiência renal grave e ou crônica. A unha sem brilho pode indicar problemas pulmonares e cardíacos sérios.

 

Como cuidar da unha

 

Você deve criar uma rotina de avaliação, higienização e cuidado periódico frequente com as suas unhas. Você deve observá-las em local com boa luz, quando estiverem limpas e sem esmalte. Verifique como está a sua cor, a textura e espessura, as bordas e se há manchas ou alterações em alguma parte.

 

A limpeza e cuidados com as unhas devem ser feitos com material higienizado e próprio, nunca deve utilizar o de outra pessoa ou emprestar o seu.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]