[the_ad_group id="16403"]
Medicina Alternativa

Conheça os benefícios medicinais do cipó cruz

Por Redação Doutíssima 24/12/2014

Se a planta cipó cruz não soa familiar, talvez seja porque você a conheça como cajuru, paripari, carajuru, chica, cuica, guaraju, piranga, pariri, entre outros nomes. Todas estas nomenclaturas podem ser usadas para denominar a Arrabidaea chica, uma planta comum na floresta amazônica, que é muito usada para tratamentos caseiros de inúmeras condições de saúde, desde cólicas intestinais até casos mais graves como a leucemia.

 

cipo-cruz

Cipó cruz é uma planta muito usada como remédio caseiro e natural. Foto: iStock, Getty Images

 

Saiba mais sobre o cipó cruz

 

O segredo desta planta está em seus componentes. Ela é rica em alcaloides, ácido anísico, carajurone, ferroflavonoides, quinonas, taninos e triterpenos.

Todas estas substâncias químicas tornam o cipó cruz um ótimo agente cicatrizante, desinfetante, expectorante, fortificante, emoliente, anti-inflamatório, adstringente, afrodisíaco, antidiabético, antianêmico e antileucêmico.

Por isso, basta beber o chá feito com as folhas da planta para obter todos os seus benefícios e propriedades em prol da sua saúde.

 

Cipó cruz pode ajudar em doenças graves

 

Muitas pessoas sofrem vez ou outra com algum tipo de deficiência de vitaminas e minerais no organismo. Isso pode acarretar algumas consequências para saúde. O cipó cruz possui altas doses de ferro, o que ajuda a evitar ou tratar a anemia, cujos sintomas são fraqueza, falta de ar, tonturas e sonolência, entre outros.

Além disso, a planta atua com muita eficiência em casos de leucemia e câncer, principalmente na boca e no útero. A erva atua aumentando o teor de hemoglobina no sangue, que acaba tendo uma queda significativa durante os tratamentos de quimioterapia e radioterapia. Isso porque algumas substâncias presentes na erva liberam agliconas, elementos que possuem uma atividade antioxidante e anticancerígena.

Outro uso comum da planta é no tratamento de problemas de pele como feridas, picadas de inseto, icterícia e inflamações na região íntima. Isso porque o cipó possui ação adstringente, cicatrizante, anti-inflamatória, antimicrobiana e antifúngica, que auxilia no processo de cura destas condições.

Problemas com acne também podem ser amenizados com o uso da planta. Para isso, basta procurar cremes e pomadas que possuem o cipó cruz em sua composição. O uso do chá, extratos e tintura feitos com a erva é benéfico para outras condições de saúde.

No caso de conjuntivite, por exemplo, a planta pode ser utilizada para reduzir a inflamação local e o tempo de cura. Outras condições bastante comuns que são minimizadas com o uso da planta incluem a diarreia e a cólica intestinal.

Como usar o cipó cruz

Para obter todos os benefícios medicinais do cipó cruz, é possível utilizar a planta de diversas maneiras. A primeira delas é em forma de chá, usando quatro folhas e 500 ml de água. Basta ferver a mistura por alguns minutos e aguardar a infusão por mais cinco minutos. Quando o chá estiver em uma temperatura agradável, basta bebê-lo pelo menos duas vezes ao dia.

Para problemas de pele, é possível usar o mesmo chá e utilizá-lo em compressas usadas topicamente para a cura e alivio dos sintomas, assim como usá-lo em forma de banho de assento para problemas ginecológicos.

Outra forma bastante eficaz é fazer uma pasta concentrada de cipó cruz, amassando suas folhas com um pouco de água e aplicar a mistura sobre a pele. Se você não tem acesso a planta, pode encontrar a tintura ou extrato em lojas de produtos naturais, e usá-los conforme as indicações do rótulo.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]