[the_ad_group id="16401"]
Medicina Alternativa

Identifique as plantas venenosas e conheça seus perigos

Por Redação Doutíssima 10/01/2015

As plantas venenosas estão por toda parte, inclusive no jardim de nossas casas, na rua ou no pátio das escolas dos nossos filhos. Na maior parte das vezes, desconhecemos as propriedades tóxicas destas plantas e, por isso, os acidentes com elas são comuns.

 

Saiba mais sobre as plantas venenosas

 

Todos os vegetais possuem toxinas, mas não são todos que prejudicam a nossa saúde. Quando a planta é considerada venenosa, a contaminação acontece ou pela sua ingestão oral ou, em alguns casos, pelo simples contato com a pele.

 

plantas venenosas

Plantas venenosas podem causar as mais diversas reações. Foto: iStock, Getty Images

A contaminação por ingestão de plantas venenosas é mais perigosa. Há espécies que são tão nocivas que levam a pessoa ao óbito quando ingeridas. Por conta disso, se você se contaminar, vá ao médico imediatamente e, se possível, leve uma amostra da planta que ingeriu.

O tratamento, nessas situações, varia de acordo com a planta ingerida, dependendo da toxina que provoca a reação. Geralmente recomenda-se evitar o consumo de leite em caso de contaminação, pois isso pode piorar o seu quadro clínico e causar ainda mais desconfortos.

Já a contaminação por contato da pele com plantas venenosas poderá causar coceiras, vermelhidão e feridas. Mesmo sendo menos grave que a reação a partir da ingestão, também é recomenda-se ir ao médico. Mas se a reação alérgica é de pouca gravidade, há um remédio caseiro que, além de limpar as feridas, alivia a coceira.

Antes disso, assim que você constatar os sintomas, lave bem a região com água corrente e sabão por pelo menos cinco minutos. Mas atenção: não coce as feridas, para não espalhar a resina venenosa em outras regiões do corpo. Feito isso, misture uma colher de sopa de bicarbonato de sódio com duas colheres de sopa de água pura. Mexa os dois ingredientes até que se forme uma pasta, e espalhe-a sobre a área atingida, tampando com uma gaze.

Paralelo ao tratamento que o seu médico indicar, você poderá utilizar esse método três vezes ao dia, sempre trocando os curativos. Quando a vermelhidão e coceira pararem, interrompa as aplicações.

 

Conheça as plantas venenosas mais comuns

 

A variedade de plantas venenosas é grande. Mas para que você não precise recorrer a um médico ou tratamento caseiro, confira algumas das principais e fique longe delas.

Copo de leite

Todas as partes dessa planta são tóxicas – por isso evite o contato com sua resina natural. A intoxicação por ela causa enjôos, dores abdominais e vômitos em casos de ingestão, e vermelhidão, inchaço dos lábios e dores semelhantes a queimaduras quando em contato com a pele.

Aroeira

Deixa a pele vermelha, irritada e com bolhas por vários dias. Se ingerida, ocasiona vômitos e diarreias.

Azaleia

A ingestão de suas flores e folhas causa náuseas e cólicas abdominais, podendo até provocar confusão mental, arritmia cardíaca e tonturas.

Broto de bambu

Ingerir suas folhas e raízes pode causar convulsões, sonolência, dificuldades respiratórias, queda da pressão arterial e levar o paciente ao grau de coma.

Comigo-ninguém-pode

A intoxicação por esta planta gera desconfortos gástricos, além de dor e inchaço na garganta.

Urtiga

Esta é umas das plantas venenosas mais conhecidas. O contato da pele com suas folhas provoca coceira intensa e imediata.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]