Clínica Geral

Como reduzir o excesso de pelos no rosto feminino

Por Redação Doutíssima 26/05/2015

O excesso de pelos no rosto feminino é uma condição que pode causar desconforto e até baixar a autoestima das mulheres. O surgimento desses indesejados na região da face pode deixar um visual masculinizado e atrapalhar até mesmo o uso de maquiagem.

Buço, queixo e bochechas costumam ser as áreas mais atingidas por quem nota os temidos pelos no rosto feminino. A condição pode ter origem genética ou indicar algum desequilíbrio no corpo, por isso é importante ficar atenta aos sinais.

pelos no rosto feminino

Excesso de pelos no rosto de uma mulher pode causar desconforto. Foto: iStock, Getty Images

As causas do surgimento de pelos no rosto feminino

Sua mãe, sua avó e suas tias já tiveram problemas com o excesso de pelos no rosto feminino? Se a resposta é sim, então a sua condição tem origem genética. Mulheres de descendência portuguesa e árabe têm maior predisposição ao surgimento de pelos no rosto feminino do que as de origem asiática.

Agora, se você notou o aparecimento de pelos no rosto feminino de uma hora para a outra, o problema pode ser hormonal. Uma causa comum desse distúrbio é a síndrome de ovários policísticos, uma condição que aumenta o nível de hormônios masculinos nas mulheres, causando o surgimento de pelos. O hirsutismo é outra condição que também causa o aparecimento de pelo em excesso e deve ser investigada se acontecer com você.

Como reduzir o excesso de pelos no rosto feminino

A depilação com lâminas não é uma opção neste caso. Apesar de funcionar bem para os homens,  “barberar” a pele não vai eliminar os pelos no rosto feminino e ainda vai comprometer o visual. Em casos de excesso de pelos na face, as mulheres devem procurar outros métodos de depilação.

Remover os pelos com cera é uma opção, mas o procedimento precisa ser feito periodicamente para que os pelos não fiquem muito aparentes. O mesmo acontece com a depilação com linha, que tem o mesmo efeito da cera, porém não prejudica a pele na região depilada.

Na maioria dos casos, a depilação a laser ou a fotodepilação (luz pulsada) são as mais indicadas para eliminar de vez os pelos no rosto feminino. É ideal consultar um especialista que possa indicar o melhor tipo de depilação no seu caso.

 

Risco de hirsutismo

Hirsutismo é uma condição médica que causa o excesso de pelos no rosto feminino bem como em outras partes do corpo. Entre as regiões afetadas, além do rosto, estão a área abaixo do umbigo, os mamilos, o espaço entre os seios e parte interna das coxas.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, é uma condição rara que pode acometer mulheres durante seus anos fertéis e após o aparecimento da menopausa. Mudanças hormonais, infertilidade, acne e irregularidade menstrual estão associados ao hirsutismo. O distúrbio costuma ter causas genéticas pelo uso de medicamentos ou desequilíbrio em glândulas.

Em casos de hirsutismo, o tratamento deve ser feito após avaliação hormonal feita por um médico endocrinologista. Na maioria dos casos, segundo informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o tratamento é tópico nas regiões atingidas, com uso de medicamentos que inibem os hormônios de crescimento dos pelos.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros