[the_ad_group id="16401"]
Cabelos

Fique por dentro da prótese capilar e dê adeus à careca

Por Redação Doutíssima 21/06/2015

Para quem sofre com calvície ou cabelo ralo, a prótese capilar pode ser uma ótima solução. É possível fazer uma faixa de cabelo feita sob medida, levando em consideração suas características e tornando o resultado muito real. Para quem deseja renovar o visual e não quer passar por um procedimento invasivo, basta usar algum dos modelos disponíveis.

 

Prótese capilar: como o método funciona

Ao contrário de uma peruca, a prótese capilar é uma peça feita sob medida para cobrir superfícies que possuem pouco ou nenhum cabelo. Geralmente são indicadas para quem sofre com calvície ou possui áreas com poucos cabelos.

protese capilar

Prótese de cabelo é alternativa para quem não quer optar por transplante capilar. Foto: iStock, Getty Images

Além disso, a prótese é menor do que uma peruca. Os fios, que são semelhantes aos cabelos naturais em cor e forma, são fixados em tufos em uma tela ou película, que busca uma aparência semelhante ao couro cabeludo. A intenção é que a prótese não seja aparente. Ela pode ser colocada de forma permanente ou semipermanente.

 

A prótese capilar é uma ótima opção para quem possui problemas capilares e não gostaria de passar por um transplante de cabelo, por exemplo. Isso porque a técnica não é invasiva e pode custar bem menos do que o transplante. Além disso, atende a vários tipos de calvície e até mesmo a pacientes em tratamento quimioterápico.

A questão da calvície pode ser um incômodo para muitas pessoas. Conforme dados da  Sociedade Brasileira para Estudo do Cabelo (SBEC), 42 milhões de homens sofrem com a condição.

 

Tipos de prótese capilar

É possível fazer a prótese de várias formas e tamanhos, já que ela é feita sob medida. Para isso, o profissional vai medir sua cabeça e fazê-la segundo suas caraterísticas e necessidades capilares. Há ainda próteses pré-fabricadas, que possuem modelos padrões e podem se adaptar a sua necessidade.

 

Entre as próteses capilares, os modelos mais comuns são os que cobrem todo o couro cabeludo ou somente o topo da cabeça. Porém, existem modelos que permitem que você corte a forma que quiser. Os fios usados na prótese capilar são geralmente cabelos naturais, evitando um resultado artificial.

 

Além disso, outro ponto que diferencia entre uma prótese capilar e outra é a sua base. É possível usar uma tela muito fina, transparente ou cor de pele, que costuma ser feita de poliamida ou poliéster. No entanto, o material mais resistente é o chamado monofilamento, geralmente usado no topo da prótese e que cria uma imagem semelhante ao couro cabelo real.

 

Há também a base de micropele, feita de silicone ou poliuretano. Seu resultado é bem realístico porque há boa aderência ao couro cabeludo e ela é bastante resistente.

 

Como é feita a colocação da prótese

Depois da escolha de modelo e materiais e da confecção da prótese, ela é aderida ao couro cabeludo com um tipo de adesivo ou cola especial. Esse método dura cerca de 20 dias e após o período, é preciso retirar o adesivo ou a cola antiga e reaplicar.

 

Esse procedimento deve ser feito em um salão de beleza especializado, mas usuários experientes conseguem por conta própria sem maiores dificuldades. Após a colocação da prótese, não há qualquer limitação – é possível praticar esportes, tomar banho de piscina e, se você quiser, até mesmo tingir os cabelos se os fios forem naturais.

É preciso ter cuidado apenas com a manutenção, já que a falta de atenção pode acabar estragando a prótese.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]